Reduzir ruídos no apartamento: confira as dicas!

Para que seja um verdadeiro lar, nossa casa ou apartamento deve ser sinônimo de um ambiente que traga tranquilidade, silêncio e privacidade. Para algumas pessoas que moram em apartamento, no entanto, nem sempre é tarefa fácil conseguir um isolamento acústico satisfatório.  Pensando nisso, nesse texto você entenderá a diferenciar os tipos de ruídos existentes, bem como as principais técnicas e ferramentas para garantir o conforto acústico do seu apartamento. Confira!  Quais são os tipos de ruído?  Primeiramente, é necessário verificar a origem do ruído para que seja determinada a melhor solução. De maneira geral, os ruídos podem ser categorizados como:  Ruídos de impacto, sendo aqueles diretamente relacionados aos impactos realizados no apartamento, como passos no andar superior.  Ruídos hidrossanitários, os quais são causados pelo encanamento e tubulação de esgoto do apartamento.  Ruídos aéreos, sendo estes os propagados através de aberturas como frestas e juntas do piso. Alguns exemplos desses ruídos são os constantes sons das ruas, barulho de televisão ou conversas vindo de apartamentos vizinhos.  Principais maneiras de isolar ruídos  Uma vez que sejam identificadas as causas e os tipos de ruído, conseguir realizar o isolamento acústico não deve ser uma tarefa extremamente desafiadora. Abaixo, listamos algumas das principais soluções adotadas por moradores de apartamentos que buscam um cotidiano com menos ruído.  Instalação de janelas acústicas O uso de janelas acústicas é especialmente recomendável caso seu apartamento esteja localizado em uma região próxima a ruas movimentadas e com trânsito frequente. As janelas acústicas possuem camadas duplas ou triplas de vidro para garantir que os ruídos externos irão permanecer do lado de fora.  Caso existam regras e padrões específicos a respeito de tamanho de janelas de cada apartamento, é possível encomendar as janelas sob medida em empresas especializadas em isolamento acústico residencial.  Instalação de forros acústicos  Outra solução para diminuir os ruídos de casa é a instalação de forros acústicos, que garantem um isolamento satisfatório e não demandam um alto investimento. No entanto, é necessário ficar atento à instalação, que deve ser feita a fim de não deixar furos ou frestas pelas quais os futuros ruídos possam vazar.  Portas reforçadas  Muitas portas comuns costumam ser ocas, o que é ineficiente na busca por isolamento acústico. Para melhor resultado, é possível substituir a porta por uma de madeira maciça ou aumentar a espessura com da porta uma folha de MDF.   Tapetes e carpetes  Tapetes e carpetes são bons para que o morador do apartamento consiga reduzir o impacto e, consequentemente, o ruído ouvido por vizinhos do andar de baixo. Essa é uma alternativa barata de isolamento acústico e, certamente, irá garantir seu conforto e o de outros moradores do edifício.  É importante frisar que a NBR, da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) estabelece índices mínimos de isolamento para paredes, coberturas, paredes e fachadas de construções residenciais.  Por isso, em uma eventual visita a um imóvel, perguntar à respeito do isolamento acústico do imóvel escolhido é recomendável.  O Blog da Axis 21 é atualizado semanalmente com novidades. Até a próxima! 

Síndico: saiba o que ele pode (ou não pode) fazer!

Cuidar de um condomínio exige muita responsabilidade. Por isso, a figura de um síndico é atribuída a alguém disposto a ajudar a tornar a convivência entre os moradores mais leve, organizada e facilitada.  No entanto, o cargo não dá plenos poderes no que diz respeito às decisões que impactam o cotidiano de todos os moradores. Mas afinal de contas, como saber quais os direitos, deveres, poderes e limitações de um síndico dentro de um contexto de edifício ou condomínio? Pensando nisso, preparamos essa lista para esclarecer todos os detalhes a respeito dessa função. Confira!  Primeiramente, o que é um síndico?  Síndico é a pessoa responsável pela gestão do condomínio, geralmente eleito em assembleia pelos outros moradores. De maneira resumida, as principais funções de um síndico estão ligadas à manutenção da ordem, além de cuidados com as finanças, segurança e limpeza do condomínio. A partir disso, veja a seguir quais as tarefas e funções que são ou não atribuídas ao síndico!  O que um síndico pode fazer  Manter as despesas em dia: o síndico é o responsável por garantir que as contas do condomínio sejam efetivamente pagas na data correta. Além disso, é necessário que o síndico preste contas para os moradores. Solicitação de orçamentos e cotações: caso eventuais reformas, reparos e construções sejam necessários no condomínio, o síndico deve solicitar orçamentos para empresas, seja pessoalmente ou via Internet. O importante é que a variedade de orçamentos e cotações sejam suficientes para que os moradores possam, eventualmente, votar e decidir.  Realização de assembleias: um condomínio bem organizado costuma realizar assembleias de moradores com frequência. Nesse tipo de reunião o síndico pode prestar contas, organizar votações, dar recados importantes para os moradores, entre outros.  Cobrar inadimplentes: ainda que seja um assunto que pode causar mal estar, o síndico possui a responsabilidade e o poder de cobrar dividendos, desde que de maneira cordial. Em casos mais sérios, pode-se efetuar a cobrança de maneira extrajudicial. Agora, confira a seguir que foge da alçada de atuação dos síndicos!  O que um síndico não pode fazer  Desrespeitar normas do condomínio: ainda que esteja em um cargo administrativo, ser síndico não dá a um morador plenos poderes no condomínio. Um síndico deve, na verdade, ser o exemplo de que as regras se aplicam para todos os moradores.  Invadir a privacidade dos condôminos: o síndico deve cuidar das partes que competem às áreas comuns do condomínios. Não se pode, por exemplo, entrar em uma casa sem a devida autorização ou interceptar ou abrir pacotes e correspondências de outros condôminos.  Não prestar contas aos moradores: a transparência deve ser uma constante durante o período de atuação de um síndico. Por isso, os moradores podem exigir assembleias a fim de prestar contas e esclarecer decisões tomadas pelo síndico e que afetem o bem comum. Proibir a entrada de visitantes: cada morador deve decidir as pessoas cujas quais podem ou não entrar em suas residências. Não cabe impedir a entrada de pessoas, exceto quando a entrada indique suspeitas ou algum tipo de risco iminente. O Blog da Axis 21 é atualizado semanalmente com novidades. Até a próxima! 

Sobrado ou casa térrea: qual a melhor opção?

Comprar um imóvel é um processo que exige muito planejamento. Além disso, escolher a casa dos sonhos envolve diversas escolhas. Selecionar o tipo de construção é uma dessas escolhas.  Na hora de escolher um imóvel, muitas pessoas podem se perguntar: qual a melhor opção, um imóvel térreo ou um sobrado? Pensando nesse tipo de questionamento, preparamos esse post para falar acerca das vantagens e diferenças entre esses dois imóveis. Dessa forma, você poderá optar pela opção que mais combina com a sua realidade. Vamos lá!  Quais as diferenças entre casa térrea e sobrado? A casa térrea é um espaço construído tendo apenas um andar. Já o sobrado é o imóvel construído em dois ou mais andares. Entretanto, para escolher a melhor opção para você, também é importante analisar aspectos como o tipo e o tamanho de terreno, bem como as dimensões da casa ou projeto. Abaixo, você confere com mais detalhes as características de cada tipo de imóvel!  Casa térrea  Por possuir apenas um andar, a construção da casa térrea se diferencia do sobrado pela ausência de escadas separando os cômodos entre os andares. A cassa térrea se mostra uma opção satisfatória para pessoas que, por exemplo, possuem crianças ou familiares idosos ou com dificuldades de locomoção. Além disso, a casa térrea pode possuir cômodos maiores e bem integrados, uma vez que há uma exploração mais extensiva do terreno.  Sobrado O sobrado é um tipo de imóvel ideal para quem deseja ter espaços bem divididos, principalmente entre a área de visitas e as áreas privadas da casa. No andar de baixo, por exemplo, é possível ter a sala de estar, cozinha ou área gourmet, além de espaço para TV e lazer. No segundo andar, geralmente ficarão os quartos, suítes e banheiros privativos. Além disso, como os dois andares estão suspensos no mesmo metro quadrado, a sobra de espaço no terreno pode ser utilizada para um quintal maior ou área para piscina.  Qual a melhor opção de imóvel? Como vimos acima, esse tipo de pergunta não é tão simples de ser respondida. Cada tipo de imóvel irá ter características e diferenciais específicos que irão ou não combinar com o que procura na hora de comprar.  Para concluir, a melhor opção de imóvel sempre será aquela que der conta de atender de maneira satisfatória todas as suas necessidades. É imprescindível encontrar uma casa cujo tamanho, número de cômodos e localização estejam em consonância com o seu estilo de vida.  O Blog da Axis 21 é atualizado semanalmente com novidades. Até a próxima!

Bairros de Curitiba: conheça o Bacacheri!

Cada bairro de Curitiba possui um fator que o torna especial, combinando com determinados estilos de pessoas. Por isso, nos últimos meses temos publicado diversos artigos para que você possa conhecer a capital paranaense ainda melhor.  Dessa forma, esperamos que a decisão de escolher onde morar possa se tornar mais fácil. Nos posts anteriores, você conheceu os seguintes bairros:  Santa Felicidade  Ecoville  Batel Bigorrilho  Juvevê Cabral  Campo Comprido  Água Verde No post de hoje, você irá conhecer a história, facilidades e vantagens do bairro Bacacheri. E aí, interessado em conhecer mais essa região da cidade? Então confira! Bacacheri: história, localização e fatos interessantes  Segundo alguns historiadores locais, o nome Bacacheri pode ter duas origens. A primeira delas é que “bacacheri” seria o equivalente em tupi para “rio pequeno”, referência ao rio que passa pela região.  Outra explicação para o nome é que um dos criadores do bairro possuía uma vaca chamada Cherri, e a junção das palavras “vaca” e “cherri” deram origem ao nome que conhecemos hoje.  O bairro Bacacheri é situado na região norte de Curitiba e possui mais de 25 mil habitantes. A região se desenvolveu principalmente pois, no passado, os meios de transporte da época transitavam pela estrada da Graciosa rumo ao litoral paranaense. A região fica próxima dos bairros Ahú, Bairro Alto, Cristo Rei e Cabral, e possui vias bem sinalizadas e seguras, como a Avenida Prefeito Erasto Gaertner.  O bairro, majoritariamente residencial, é conhecido por ser a união de segurança e lazer, com diversas opções de praças, museus e outros pontos turísticos, chamando a atenção dos mais variados tipos de público.  Bacacheri: facilidades e opções de lazer  O bairro Bacacheri oferece opções variadas dos mais diversos tipos de serviço. Um futuro morador certamente irá encontrar uma região rica em lojas e outros empreendimentos comerciais.  No entanto, um dos destaques do bairro são as opções de turismo e lazer. Podemos destacar o Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA), o Parque Bacacheri ou o Aeroporto do Bacacheri, onde são realizadas apresentações incríveis da Esquadrilha da Fumaça.  No bairro também está contido o Museu Egípcio, para quem deseja conhecer utensílios da Antiguidade, registros históricos da época e até mesmo ver uma múmia de verdade. Além disso tudo, o bairro oferece boas opções de escolas, hospitais, restaurantes, bancos e supermercados, tornando o Bacacheri um dos bairros mais completos da cidade.  Seleção de imóveis  1) O primeiro imóvel da nossa seleção é uma casa em condomínio que, além de estar localizada num bairro maravilhoso, é sinônimo de sossego e conforto. Os ambientes integrados, a área gourmet, a iluminação constante por luz solar e a suíte com hidromassagem certamente irão garantir momentos de muita alegria, privacidade e aconchego. Tem coisa melhor?  2) Um imóvel sinônimo de conforto e muito design! Com uma decoração moderna e uma arquitetura super ampla, esse apartamento é acolhedor em todos os sentidos: da cozinha aberta, passando pela churrasqueira e chegando à confortável sacada. Tudo isso com constante iluminação solar, trazendo muita luz e calor o dia todo. Incrível!  E aí, o que achou do Bacacheri? Conta pra gente nos comentários! O Blog da Axis 21 é atualizado semanalmente com novidades. Até a próxima! 

Vida saudável: como montar academia em casa

Para quem deseja manter - ou mesmo iniciar - uma rotina de exercícios físicos, ter uma academia em casa pode ser uma ótima opção. Pensando nisso, preparamos esse artigo com as melhores dicas para montar sua estação fitness. Confira!  Local da casa  Definir o local da casa no qual a sua academia pessoal será instalada é um primeiro passo bem importante. Uma sugestão de escolha é um cômodo não utilizado. É possível também posicionar ou guardar os aparelhos em um canto do seu próprio quarto ou sala.  Uma outra ótima ideia é optar por uma academia ao ar livre. Para algumas pessoas, praticar exercícios físicos em contato com a natureza ao ar livre pode ser um incentivo ainda maior. O importante é montar um espaço para exercícios físicos que combine com você!  Defina seus objetivos Tão importante quanto escolher o espaço ideal é definir seus objetivos no que diz respeito à prática de exercícios físicos. Isso precisa ser decidido previamente pois irá impactar diretamente nas escolhas para montar sua academia particular. Por isso, vale a pena entrar em contato com um profissional de educação física para descobrir quais as melhores modalidades e os aparelhos mais indicados para alcançar as metas e objetivos traçados por você!  Escolha os aparelhos  Escolhido o espaço e definidos os objetivos, chegou a hora de adquirir os equipamentos da sua academia pessoal. Você pode utilizar itens mais simples, como faixas elásticas, bolas infláveis e tapetes para abdominais e meditação.  No entanto, para aqueles que podem e desejam investir um pouco mais, é possível adquirir aparelhos profissionais, como bicicletas ergométricas, elípticos ou até mesma esteiras. Também é possível encontrar locais especializados em aluguel desses equipamentos, caso você não deseje comprar.  O importante é testar os aparelhos para decidir o que se adapta melhor ao seu estilo de vida e suas necessidades.  Ambiente agradável  Algumas pessoas podem achar a tarefa de se exercitar um tanto quanto desconfortável. Por isso, é necessário garantir que sua jornada fitness seja praticada num ambiente que transmita leveza e conforto. Sua academia indoor deve ser instalada em um local bem arejado, por isso é importante que o ambiente escolhido tenha uma entrada de ar satisfatória.  Além disso, a iluminação também é importante. Se for viável, também é possível instalar espelhos ou imagens que tragam ainda mais motivação para que você leve a rotina de exercícios em casa à sério.  Com essas dicas, esperamos que você se sinta pronto para montar sua academia e colocar o projeto fitness em dia. O Blog da Axis é atualizado semanalmente com novidades. Até a próxima! 

Planta de um imóvel: o que é e para que serve?

Para quem deseja adquirir uma nova propriedade, saber detalhes a respeito da planta do imóvel é imprescindível.  A planta é uma maneira de avaliar se a casa ou apartamento são um bom negócio, por exemplo. Além disso, pode-se descobrir detalhes acerca do projeto que podem ser muito valiosos na hora de tomar uma decisão de compra.  Por isso, hoje vamos falar sobre as definições, utilidades e como fazer para encontrar e solicitar a planta de um imóvel. Vamos lá!  O que é a planta de um imóvel? Basicamente, é na planta do imóvel que estão contidas as informações estruturais de uma determinada construção. É na planta que podem ser observadas especificações de medidas de cômodos, além do posicionamento e quantidade de itens como janelas, portas e paredes.  Tipos de planta  Existem diversos tipos de planta, e o uso de cada uma depende das necessidades do solicitante ou do projeto. Abaixo, listamos os principais. Confira!  Planta baixa: ilustra o espaço de uma construção em uma projeção horizontal. Isto é, uma representação dos cômodos e detalhes do imóvel como se fosse visto de cima, excluindo o teto. Esse tipo de planta permite saber mais sobre dimensões, quantidades e tamanhos de cada área do imóvel.  Planta humanizada: pensada para ser uma representação de fácil entendimento, esse tipo de planta contém as mesmas informações da planta baixa, mas adiciona a distribuição de móveis e conta com representações coloridas de detalhes como o piso. Esse tipo de planta serve para dar uma ideia mais assertiva em questões de arquitetura e decoração.  Planta elétrica: informa a respeito das tomadas, voltagens e pontos de energia contidos no projeto  Planta hidráulica: nessa planta, estão contidas representações de toda a parte de encanamentos e tubulações de água disponíveis no imóvel.  Por ser um documento que representa uma construção extremamente complexa, a planta de qualquer imóvel deve ser enviada para a prefeitura, uma vez que ela é solicitada para que o alvará seja emitido e a obra possa ser autorizada.  Utilidade A planta do imóvel é útil e importante em diversas etapas. Antes mesmo do começo da obra, a planta serve para quantificar e calcular os materiais necessários para que o projeto saia do papel.  Qualquer problema ou observação referentes do local da construção também devem constar na planta. Dessa forma, podemos afirmar que esse documento garante que o sucesso seja executado de maneira segura e bem sucedida.  Para o caso de imóveis já construídos, a planta serve para que um futuro comprador, por exemplo, saiba mais informações sobre o imóvel que está prestes a adquirir. Dessa forma, a negociação será mais acertada e transparente.  A planta também serve para apontar a necessidade de eventuais reformas, ou ainda possíveis danos na rede elétrica ou hidráulica. Onde encontrar a planta do meu imóvel?  A ação de solicitar ou recuperar a planta de um imóvel é mais simples do que parece. Uma vez que as construções precisam ser previamente cadastradas e autorizadas pela prefeitura, é possível encontrar a planta do seu imóvel na sede da prefeitura da cidade.  Com a planta em mãos, certamente será possível ter acesso a diversos detalhes a respeito do imóvel em que você mora ou deseja morar. Tudo isso garante mais segurança e transparência na hora de construir, comprar ou vender.  O Blog da Axis 21 é atualizado semanalmente com novidades. Até a próxima! 

Studio: conheça mais sobre esse tipo de imóvel

Um apartamento compacto e com poucas divisórias, mas com espaço suficiente para morar de maneira confortável. É dessa premissa que surgiu o apartamento conhecido como studio. Esse tipo de imóvel costuma possuir ambientes bem integrados, como sala e cozinha. As divisórias costumam ser para os quartos e o banheiro.  Além dessas características, os apartamentos studio possuem outros diferenciais que os têm tornado cada vez mais popular em nosso país. Se você deseja conhecer mais sobre esse tipo de imóvel, além de descobrir se ele combina com você, confira!  Apartamento studio: principais características  Conforme apontamos anteriormente, a característica mais forte do studio está na integração. Esse tipo de imóvel possui poucas divisórias (geralmente para banheiro e quarto) e o restante do espaço é utilizado de acordo com a necessidade ou estilo de vida do morador.  Outro fator que categoriza um apartamento como studio é o tamanho. De modo geral, o espaço varia entre 30 e 40 metros quadrados, e alguns podem até mesmo contar com uma varanda de tamanho reduzido.  Estes apartamentos se destacam pela praticidade e funcionalidade. Por isso, esse tipo de imóvel costuma ser indicado para solteiros, recém-casados ou pessoas que passam pouco tempo em casa.  Por combinar com quem tem um dia-a-dia mais fora de casa, esses apartamentos geralmente são construídos em regiões centrais e de grande fluxo comercial e/ou corporativo da cidade, ficando próximo de lojas e empresas.  Uma vez que o espaço é mais compacto, esses apartamentos geralmente contam com condomínios que oferecem diversos serviços. Alguns exemplos são academias, lavanderias, salas de reunião e espaços gourmet.  Vantagens de um apartamento studio  Morar em um imóvel de tamanho reduzido pode, na verdade, oferecer algumas vantagens interessantes para quem aprecia esse conceito relativamente novo de moradia. Alguns exemplos são: Praticidade Como dito anteriormente, os studios costumam estar próximos de empresas e lojas, o que é uma ótima vantagem para quem estuda ou trabalha nestes locais. Também costuma ser mais barato se locomover para shoppings, faculdades, supermercados, entre outros. Além disso, o tamanho reduzido também costuma ser uma vantagem do ponto de vista de limpeza e manutenção.  Preço acessível  Um fator decisivo na hora de decidir o valor de venda ou aluguel é o estabelecimento do metro quadrado na região. Como o apartamento studio possui um tamanho mais compacto, é possível comprar ou alugar por valores consideravelmente mais reduzidos, se comparados aos apartamentos convencionais.  Modernidade  Esse tipo de apartamento está em alta, e há diversas opções de decoração para dar um ar ainda mais moderno e personalizado para o imóvel. Além disso, esse tipo de imóvel está cada vez mais em alta, tornando-o um investimento que pode vir a ser rentável futuramente.  E aí, o que achou desse tipo de apartamento? Conta pra gente utilizando os comentários. O Blog da Axis 21 é atualizado semanalmente com novidades. Até a próxima! 

Decoração de imóvel alto padrão: a importância dos detalhes

Os imóveis de alto padrão chamam a atenção pelo tamanho, localização, sofisticação e exclusividade. Mas há também um aspecto muito importante que torna esses imóveis o sonho de muitas pessoas: a decoração detalhada.  Na verdade, a decoração é uma parte imprescindível para deixar uma casa ainda mais cheia de vida e personalidade, transformando-a em um verdadeiro lar. Pensando nisso, preparamos algumas dicas mais que especiais para te ajudar a criar uma decoração detalhada e cheia de bom gosto. Vamos lá!  Escolhendo as cores  As cores têm um papel fundamental na decoração, uma vez que elas são as grandes responsáveis por criar a atmosfera e trazer o humor desejado a cada um dos ambientes da casa.  No caso de um imóvel alto padrão, o cuidado com a escolha das cores ganha mais importância ainda. Afinal de contas, as cores devem ser selecionadas a fim de trazer um aspecto sofisticado aos ambientes.  Para trazer mais elegância aos cômodos da casa, o ideal é apostar em tons que transmitem suavidade. Alguns exemplos de cores mais neutras são: Branco: a cor branca traz iluminação, o que dá aos cômodos uma sensação de mais espaço e limpeza.  Bege: o bege pode ser usado como base para a criação de toda uma paleta de cores, que pode ser variável a depender de cada cômodo da casa.  Cinza: o cinza traz um toque elegante, sério e sóbrio para os ambientes.  Preto: quando utilizado de maneira comedida, o preto consegue transmitir muita modernidade e elegância.  Essas cores são consideradas “coringa” e podem ser combinadas com cores mais mais vibrantes (como vermelho, amarelo, turquesa ou azul) para deixar a decoração com ainda mais vida. A dica é experimentar!  Ambientes iluminados Uma boa decoração precisa (e, diga-se de passagem, merece) de um bom projeto de iluminação que vise valorizar cada detalhe. Por isso, utilizar as lâmpadas adequadas, investir em lustres e distribuir spots de luz pela casa certamente farão toda a diferença no visual de sua casa.  Além disso, é interessante investir também em um dimmer, para que seja possível criar diferentes tipos de luz para combinar com diversas situações. O importante é garantir que a luz seja a mais adequada para cada ambiente da casa.  Arte na decoração A decoração do seu imóvel certamente será mais valorizada se for composta também por obras de arte. E engana-se quem pensa que uma boa peça de arte está necessariamente atrelada a preços exorbitantes e artistas internacionais.  Você pode comprar quadros, fotografias, esculturas, vasos e tapetes de artistas locais, uma vez que há diversas exposições que acontecem em galerias durante o ano todo. O mais importante é que as peças sejam utilizadas para refletir a personalidade do morador, mas sem exageros.  Materiais de qualidade  Um imóvel alto padrão se diferencia dos demais também por ser construído utilizando materiais de qualidade superior. Isso também se aplica na decoração. É importante optar por materiais que sejam, ao mesmo tempo, agradáveis e resistentes.  Estamos falando de boas opções de madeira e mármore, por exemplo. Além de não saírem de moda, esses dois materiais apresentam alta resistência e durabilidade, sendo excelentes para uso em revestimento de pisos, paredes e bancadas. Apostando nos clássicos, não tem como errar!  Mobília e acabamentos  Prestar atenção em cada detalhe certamente fará sua casa se destacar das demais. Os móveis, por exemplo, devem ser escolhidos a fim de trazer charme e elegância para os espaços da casa. Minúcias como a escolha dos puxadores de gavetas e armários podem ser o toque final para deixar a casa com um toque ainda mais especial e exclusivo.  Além disso, preste atenção nos acabamentos. Você pode substituir os forros tradicionais pelas sancas, por exemplo. Os rodapés e colunas também devem ser pensadas para mostrar ainda mais capricho e bom gosto.  Com essas dicas, certamente será mais fácil cumprir o desafio de decorar a casa sem deixar passar nenhum detalhe, não é mesmo? O Blog da Axis 21 é atualizado semanalmente com novidades. Até a próxima! 

Bairros de Curitiba: conheça o Água Verde!

Nos últimos meses, temos publicado diversos conteúdos voltados a ajudar você, que deseja adquirir um novo imóvel. Com nossos artigos, temos mostrado que cada bairro de Curitiba combina com um estilo de vida, e é essencial morar na região da cidade que mais combina com você. Anteriormente, você pôde conhecer os seguintes bairros:  Santa Felicidade  Ecoville  Batel Bigorrilho  Juvevê Cabral  Campo Comprido  No nosso post de hoje, vamos apresentar um bairro com predominância residencial, mas que ainda assim consegue oferecer diversas facilidades e vantagens para quem mora na região. Estamos falando do Água Verde.  E aí, interessado em saber mais detalhes sobre essa região da cidade? Então confira!  Água Verde: história, localização e fatos interessantes  O bairro Água Verde recebeu esse nome em referência às algas que formavam pontos de cor verde nos rios de água doce que atravessavam as primeiras fazendas estabelecidas na região.  O bairro é constituído majoritariamente por um perímetro residencial formado por casas, sobrados e edifício de diferentes portes. Isso traz, além de diversas opções de moradia, a possibilidade de investir em imóveis na região.  Apesar da predominância de residências, o bairro também agrada por oferecer uma quantidade bem satisfatória de comércio e serviços de diversos segmentos. Além desses fatores, o Água Verde também conta com uma ótima infraestrutura, urbanização e mobilidade urbana.  Algumas das principais vias e avenidas da cidade passam pelo bairro, e diversas linhas de ônibus alimentadores, interbairros e expressos conectam o bairro a diversos outros pontos da capital. Água Verde: facilidades e opções de lazer  O Água Verde possui inúmeras opções de lazer para aproveitar com a família. Alguns exemplos são os shoppings, cinemas e clubes tradicionais (como o Clube Curitibano). Há ainda opções de locais que possibilitam a realização e participação de palestras, eventos e cursos.  Um absoluto destaque do bairro Água Verde é a tradicional Praça do Japão, que homenageia os imigrantes e a cultura japonesa, que é extremamente importante para a capital paranaense. Além disso, há diversas opções de bares e restaurantes, para aqueles que apreciam experiências gastronômicas.  Em relação à saúde, o bairro possui ótimas escolas, UPAs e ainda o famoso Hospital Pequeno Príncipe. O Água Verde ainda oferece ótimas opções de creches, escolas, bancos, entre outros.  Seleção de imóveis  1) O primeiro imóvel da nossa seleção é espaçoso e possui uma integração maravilhosa entre as salas, cozinha e varanda. Com ambientes bem iluminados e uma vista de tirar o fôlego, o apartamento ainda conta com três suítes para proporcionar muito conforto.  2) Essa cobertura duplex proporciona conforto e uma vista maravilhosa do bairro Água Verde. Com espaço gourmet, piscina privativa e quatro quartos, esse imóvel é a união perfeita entre espaço e localização privilegiada.  3) O último imóvel da nossa seleção é o mais novo empreendimento da A.Yoshii, previsto para ser lançado em fevereiro de 2023. Além de um projeto perfeito, os imóveis possuem a partir de 146 m², 3 suítes, 2 apartamentos por andar e localização privilegiada, do lado do Clube Curitibano. Conheça o Talent!  E aí, o que achou do bairro Água Verde e da nossa seleção de imóveis? Conta pra gente nos comentários. O Blog da Axis 21 é atualizado semanalmente com novidades. Até a próxima! 

Riscos de comprar um imóvel direto do proprietário

Algumas pessoas acreditam não precisar do auxílio de uma imobiliária especializada para adquirir um imóvel, preferindo muitas vezes que a transação de compra seja realizada diretamente com o proprietário.  Entretanto, por mais flexibilidade e facilidade que essa prática pareça oferecer, é provável que comprar direto do dono seja uma atitude que tenha mais riscos do que benefícios.  Pensando nisso, preparamos um post para mostrar quais os principais riscos envolvidos em comprar diretamente do proprietário. Confira!  Dificuldades com burocracia e documentação  A compra de um imóvel passa por diversas etapas, e o processo burocrático é algo que exige extremo conhecimento e atenção. A não-entrega de um documento, por exemplo, pode atrasar ou até mesmo inviabilizar totalmente o negócio. Em alguns casos, a desatenção pode levar até mesmo à perda do bem futuramente.  Por isso, comprar diretamente do dono não se mostra vantajoso, uma vez que, provavelmente, o proprietário não é familiarizado com todos os trâmites e documentos envolvidos para que o negócio seja devidamente oficializado. Todo cuidado é pouco!  Avaliação acima da realidade do mercado  Quando realizada por um corretor preparado e experiente, a avaliação imobiliária leva em consideração aspectos positivos e negativos do bem. A partir disso, é possível definir um preço que seja adequado para aquele imóvel naquele momento.  Esse processo não acontece quando o preço do imóvel é definido pelo próprio dono. Não é incomum que um proprietário desconsidere a necessidade de reformas no imóvel, atribuindo a este um preço acima da realidade ou em desacordo com o mercado atual.  Reformas e manutenção  O estado de conservação de um imóvel não é baseado somente em aspectos visíveis. Alguns detalhes como o funcionamento da parte elétrica e hidráulica podem estar apresentando problemas, mesmo que de maneira silenciosa e não evidente.  Isso tudo pode ser evitado com a vistoria de um profissional do mercado imobiliário, que costuma investigar exatamente esse tipo de problema. Se a compra for realizada diretamente com o proprietário, pode ser que a necessidade de reparos nem seja percebida.  Dívidas antigas  Alguns proprietários, seja por esquecimento ou mesmo por má fé (e, acredite, o último item não costuma ser incomum), podem deixar algumas taxas e impostos caírem no esquecimento. E, se a compra do imóvel é feita direto do dono, essas tarifas extras podem ter que ser pagas pelo novo proprietário.  Esse tipo de situação é evitada quando há a intervenção de uma assessoria imobiliária durante todo o processo. Caso existam valores pendentes, o valor será descontado do preço do imóvel ou cobrado do vendedor.  O imóvel não é o ideal  Além de conferir todos os aspectos listados acima, é necessário garantir que a compra não será feita por impulso. Isso nem sempre é possível quando se compra direto do dono, uma vez que a aparente facilidade pode te fazer fechar um negócio que nem sempre será verdadeiramente vantajoso.  Ao comprar um imóvel, é necessário avaliar muito mais que o preço ou o aspecto físico. É necessário saber se o bairro, a disponibilidade de facilidades, lojas e serviços, transporte e mobilidade urbana combinam com o seu estilo de vida.  Todos essas variáveis são levadas em consideração em conversas com um corretor experiente, que irá buscar opções de imóveis que estejam adequadamente alinhadas com as suas necessidades.  Compra segura é na Axis 21!  Para evitar todos estes riscos e, além disso, garantir que seu dinheiro seja investido no imóvel certo, conte com a Axis 21. Nossa equipe é preparada para encontrar a melhor opção de casa ou apartamento para você. Acesse nosso site e entre em contato!  O Blog da Axis 21 é atualizado semanalmente com novidades. Até a próxima!