Como escolher o melhor imóvel para casal?

No início da vida a dois, uma das decisões mais importantes tomadas pelo casal diz respeito à escolha de um imóvel para morar. É um período especial que requer cautela e um planejamento cuidadoso. Essa atitude visa garantir que nenhum detalhe ficará de fora na hora de selecionar um novo lar para a família que está se formando.  Nesse momento, é necessário controlar a empolgação e os impulsos, para que o planejamento seja mais assertivo. Quer descobrir quais detalhes devem ser levados em consideração na hora da decisão? Deseja garantir que irá fazer um bom negócio escolhendo o melhor imóvel para casal? Confira!  Definindo o orçamento  De maneira geral, impulsividade não combina com boas escolhas. Isso é especialmente importante se estamos falando de um imóvel, que é uma compra de longo prazo e alto valor. Assim, o casal precisa ter certeza de que o investimento está dentro de sua realidade financeira. Isso diminui as chances de que a nova conquista se torne, futuramente, uma dor de cabeça financeira.  Por isso, um planejamento financeiro é imprescindível. Deve-se levar em consideração e situação financeira dos dois, possibilitando definir expectativas e projeções de despesas e crescimento para o futuro.  Outro ponto importante é não insistir na ideia de “imóvel ideal”. Isso geralmente leva a uma compra que está fora do que o casal precisa e pode manter. Tenha em mente que esse objetivo pode ser alcançado no longo prazo, de maneira tranquila e segura. E vocês não precisam comprometer suas finanças para isso!  Casa ou apartamento?  Optar por casa ou apartamento está diretamente relacionado ao estilo de vida do casal. Cada tipo de imóvel possui prós e contras, que devem ser levados em conta na hora da tomada de decisão.  Por serem geralmente menores, os apartamentos podem oferecer mais praticidade. Além disso, não possuir quintal dá menos trabalho de limpeza e manutenção. Isso pode ser especialmente importante para casais que não têm tanto tempo para cuidar desses detalhes.  Já as casas podem agradar casais que buscam privacidade e espaço mais amplo. Aqueles que gostam de quintal, jardim e mais liberdade para reformas e manutenção também se beneficiam ao escolher esse tipo de imóvel.  Ambas opções possuem vantagens e desvantagens. É necessário ponderar sobre todos os detalhes para garantir uma boa escolha.  O tamanho do imóvel para casal O tamanho do imóvel pode variar bastante, dependendo de quantas pessoas irão morar nele. Por exemplo: para um casal jovem e sem filhos, uma casa com espaço tão amplo não é tão necessário. Se o casal planeja ter filhos em breve, no entanto, é importante considerar um imóvel de metragem maior e com maior quantidade de quartos.  Outro fator a ser considerado é se o casal tem o costume de receber amigos e familiares em casa, o que pode demandar mais espaço e quartos de hóspedes.  Infraestrutura do edifício ou condomínio Caso o imóvel escolhido pelo casal esteja num edifício ou condomínio, vale a pena investigar a infraestrutura do local. É importante conferir quais as vantagens e facilidades oferecidas aos moradores. Estamos falando de itens como piscina, academia e áreas comuns.  Também é importante ficar por dentro das regras e proibições do local, garantindo que estas estejam de acordo com os hábitos e o estilo de vida do casal. Um casal que possui animais de estimação não se daria tão bem em um local não pet-friendly, por exemplo.  Escolhendo a localização  A localização é um item extremamente importante para uma escolha de imóvel acertada. O casal precisa ponderar acerca de detalhes como:  Proximidade de locais como bancos, supermercados, escolas, universidades, hospitais, entre outros; Proximidade ou fácil acesso à transporte público ou rotas para o local de trabalho, facilitando o deslocamento diário; Proximidade ou fácil acesso à pontos turísticos, restaurantes ou áreas de lazer/cultura.  Com essas dicas, esperamos que a tarefa de escolher o tão sonhado imóvel do casal se torne mais fácil. O blog da Axis 21 é atualizado semanalmente com novidades. Até a próxima! 

Dicas para renovar os ambientes da sua casa

Uma ótima maneira de iniciar o ano com o pé direito é renovar a casa. Para isso acontecer, algumas reformas e organização podem ser mais que o suficiente. Com o objetivo de inspirar você, separamos algumas dicas do que fazer para deixar seus ambientes com cara nova. Confira!  Ampliar e arejar  Que tal começar o ano com mais espaço? Ampliar os ambientes pode ser mais fácil que parece. Investir em cores claras e instalar espelhos certamente contribuem para aumentar a sensação de espaço nos cômodos. Outra boa ideia é trocar as janelas comuns por janelas maiores, trazendo mais luz e ar para os ambientes da casa. Aqui vai um exemplo:  Mais cor para sua casa  Tem coisa melhor que renovar a paleta de cores da casa? As possibilidades de tons são infinitas, e é possível criar combinações para um ar mais moderno e cheio de personalidade. Dá uma olhada:  Acabe com a bagunça! Organização é tudo. Por isso, deixe a preguiça de lado e aproveite para botar ordem nos ambientes. Você pode reformar o closet e decidir o que fica e o que sai. Além disso, aproveite para se livrar da papelada do escritório. Organize armários, gavetas e utensílios de cômodos como cozinha e banheiro. Você vai ver como faz diferença!  Mobília repaginada Substituir os móveis da casa é uma boa maneira de dar um novo ar aos ambientes. Caso isso não seja uma opção no momento, você pode investir em reformá-los. Outra ótima ideia é trocar a mobília de lugar, para deixar as peças da casa com uma cara totalmente nova. O segredo está na criatividade!  Plantas e flores em casa Vasos de plantas e arranjos florais dão à casa um ar tranquilo e confortável. Por isso, utilize este item de decoração para deixar seu lar ainda mais incrível! Flores e plantas combinam com salas, quartos e até banheiro. Bom demais!  O que achou do conteúdo? Conta pra gente nos comentários! O blog da Axis 21 é atualizado semanalmente com novidades. Até a próxima! 

Guia IPTU Curitiba 2020: confira prazos e dicas

O início de um novo ano é marcado pelo pagamento de alguns importantes impostos e tarifas. Os talões do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), por exemplo, começaram a ser entregues no começo de janeiro.  Pensando nisso, preparamos este guia para esclarecer dúvidas a respeito de prazos, condições de pagamento e outras dicas essenciais. Confira!  O que é o IPTU?  O Imposto Predial e Territorial Urbano é um imposto coletado de quem tem um imóvel urbano. Isso inclui casas, apartamentos, salas comerciais e quaisquer propriedades localizadas em uma região urbanizada. Todo o valor arrecadado fica no município. Taxa de Coleta de Lixo Em Curitiba, além do IPTU, deve-se pagar a Taxa de Coleta de Lixo (TCL). O valor da coleta já consta no carnê e continua sendo de R$ 275,40 ao ano, um total de R$ 0,75 por dia. Para imóveis isentos de IPTU, o valor recebe um desconto de 50%. Descontos  Para quem deseja optar por pagar à vista, há um desconto de 4%. Para conseguir a redução, o valor deve ser quitado até o dia 10 de fevereiro de 2020. Parcelamento  Outra opção para pagamento é o parcelamento. O IPTU pode ser parcelado em até dez vezes, sem o desconto. O vencimento das mensalidades ocorrerá entre os dias 11 e 15 de cada mês, de fevereiro a novembro. As datas estão especificadas no próprio carnê do IPTU. Alíquotas As alíquotas utilizadas para calcular o IPTU continuam as mesmas de 2019. A variação de 0,2% a 1,1% serve para imóveis residenciais. No caso dos imóveis comerciais, o percentual varia entre 0,35% a 1,8. A variação para os terrenos fica entre 1% e 3%.  Esses percentuais incidem sobre o valor venal do imóvel, estimativa feita pelo poder público a fim de determinar quanto vale determinado bem. Esta informação é então utilizada como base de cálculos para tarifas e impostos.  Reajustes em 2020  De acordo com a Prefeitura de Curitiba, o reajuste no IPTU varia de 7,27% a 10,27%. O reajuste foi baseado na soma de dois critérios:  Lei complementar, que estabelece reajuste de 4% para imóveis edificados e 7% para imóveis não edificados Correção monetária de 3,27%, medida pelo Índice de Preços do Consumidor Amplo (IPCA)  Segunda via do carnê  Todos os carnês do IPTU devem ter sido entregues até o fim de janeiro. No entanto, para quem deseja segunda via ou pagar antecipadamente, basta acessar o site da prefeitura. É só clicar aqui!  O que achou do nosso guia? Ficou com mais alguma dúvida, tem mais alguma dica ou sugestão? Conta pra gente nos comentários! O Blog da Axis 21 é atualizado semanalmente com novidades. Até a próxima!

21 metas para um 2020 inesquecível!

Tem coisa melhor que ano novo? Para muitas pessoas, essa época marca o início de novos planos e resoluções importantes.  Nesse novo ciclo, é importante estabelecer as metas para o ano que se inicia. 2020 é extra especial, uma vez que uma década novinha em folha será iniciada. Pensando nisso, preparamos 21 metas para que esse ano seja repleto de luz e coisas boas. Inspire-se junto com a gente! Preparado? Vamos lá!  1) Viver em paz: nada substitui uma vida leve, longe de grandes conflitos e repleta de tranquilidade.  2) Encontrar prosperidade: trabalhar, dia após dia, em busca de uma vida frutífera e bem sucedida.  3) Procurar ambientes calmos: encontrar, todos os dias, um cantinho só seu para respirar fundo e exercitar a tranquilidade.  4) Organização para realizar tarefas: utilizar um bloco de notas, agenda ou organizador para priorizar metas e objetivos. E o principal: parar de procrastinar!  5) Passar mais tempo em família: a correria do dia a dia nem sempre permite, mas que 2020 seja o ano de mais reuniões, almoços e confraternizações com quem a gente mais ama.  6) Cuidar mais da saúde: criar hábitos de alimentação saudável, praticar exercícios físicos e agendar uma consulta com seu médico para verificar se está tudo bem. O corpo é nosso templo, e esses cuidados são essenciais para uma vida plena!  7) Exercitar a solidariedade: realizar doações ou se inscrever em projetos voluntários para fazer a diferença no mundo!  8) Encontrar mais os amigos: deixar o famoso "vamos marcar" de lado e finalmente fazer algum programa entre amigos. Que tal um happy hour?  9) Fazer pelo menos uma viagem inesquecível: com algum esforço, aquele seu destino dos sonhos pode estar mais próximo do que você imagina. Faça as malas e boa viagem!  10) Ir a mais programas culturais: cinema, teatro, museus, shows e outros espetáculos preenchem nossas vidas com cor e alegria. Aumentar a frequência desse tipo de programa só pode trazer coisas boas!  11) Ler mais livros: escolha títulos que te interessem e cultive sempre o hábito da leitura. No seu ritmo, sem pressão.  12) Aprender algo novo: esta meta é diária. No final de cada dia, pare e reflita: o que eu aprendi hoje? 13) Encontrar um novo hobby: pode ser algo que você sempre quis, como aprender a tocar violão. Ou algo totalmente inusitado, como aulas de sapateado. Você decide!  14) Resgatar algum projeto que foi deixado de lado: se você gostava de escrever poesias e parou, tente retomar esse hábito. Seu talento merece ser expressado!  15) Reformar um cômodo da casa: procure um especialista de confiança ou faça você mesmo. E manda uma foto pra gente ver como ficou!  16) Reconciliação: a vida é breve demais para mágoas e rancor. Ligue ou marque uma conversa com essa pessoa para fazer as pazes. Passado é passado! 17) Adotar um pet: diversas ONGs de proteção animal buscam novos papais e mamães para os animais de estimação. Quem sabe não pode ser você?  18) Plantar uma árvore: as sementes plantadas hoje garantem a qualidade de vida amanhã. A natureza agradece!  19) Desenvolver o lado emocional e espiritual: buscar seu bem-estar e sua paz. Seja através de terapia, meditação, religião ou sua fé pessoal. O certo é o que funciona para você.  20) Sorrir mais: lembrar, diariamente, de quantos motivos temos para nos alegrar. O sorriso é uma dádiva, compartilhe sua felicidade com todos!  21) Passo a passo, construir sua história: não se cobre tanto. No novo ano que se inicia, lembre-se de que tudo acontece gradualmente. No seu ritmo, você chega lá. Avante! E aí, o que achou? Quais dessas metas você vai colocar em prática nesse novo ano? Conta pra gente nos comentários! O Blog da Axis é atualizado semanalmente com novidades. Até a próxima!

Casa ou apartamento? Confira as vantagens de cada um!

Adquirir um novo imóvel é um sonho compartilhado por muitas pessoas. No entanto, nem sempre a escolha do imóvel perfeito é tarefa fácil. Afinal de contas, o que é melhor: casa ou apartamento?  Bem, responder essa pergunta não é tão simples, uma vez que cada tipo de moradia terá especificidades que podem ou não atender às expectativas do futuro proprietário.  Pensando nisso, neste artigo iremos destacar as principais vantagens destas duas categorias de imóvel, a fim de tornar sua escolha ainda mais acertada. Confira!  Vantagens de morar em uma casa Área externa  Uma das primeiras vantagens apontadas por quem mora em casa é a questão de espaço extra. De modo geral, casas são uma boa escolha para famílias grandes que possuem animais de estimação como cães e gatos. Isso porque elas costumam contar com um quintal ou área externa, que permite maior contato com o ar livre e espaço para descanso e confraternizações.  Privacidade A convivência constante com outros vizinhos não é algo apreciado por todo mundo. Então, escolher uma casa pode ser vantajoso para aqueles que prezam por um dia a dia mais individualizado.  VersatilidadePor vários motivos, muitas pessoas optam por construir um espaço profissional em sua própria casa. Como exemplo, temos advogados e psicólogos, que podem construir seus escritórios e consultórios em um espaço anexo à residência. Para esse tipo de atividade, uma casa certamente é uma escolha interessante.  Estacionamento  Essa é uma vantagem para quem possui vários automóveis ou recebe visitas constantes. Diversas casas possuem espaço adicional, fazendo com que as vagas de garagem não sejam fixas e limitadas.  E aí, morar em uma casa combina com você? Confira nossas opções desse tipo de imóvel!  Vantagens de morar em um apartamento   Manutenção mais facilitada  Por se tratar de um tipo de imóvel mais compacto, apartamentos possuem manutenção mais simples. Não há, por exemplo, necessidade de limpeza e cuidados com o jardim, piscina e calçadas. Para pessoas que não possuem tempo para esse tipo de tarefa, um apartamento pode ser a escolha certa.  Áreas de lazer  Por praticidade, muita gente opta por prédios que possuam áreas de lazer e facilidades. Estamos falando de academias, brinquedotecas, spas e praças internas. Todas essas opções podem ser desfrutadas com a família ou com os vizinhos do condomínio. Segurança  A segurança certamente é levada em consideração por quem opta por viver em apartamento. Geralmente, prédios possuem monitoramento constante, portaria 24 horas e portões eletrônicos. Maior coletividade  Para algumas pessoas, conviver com mais gente por perto é extremamente satisfatório. Uma vizinhança unida pode significar mais laços de amizade e maior sensação de segurança. Como muitos prédios possuem mais de um apartamento por andar, os encontros com outros vizinhos são muito muito mais constantes.  E aí, decidiu que morar em apartamento é sua cara? Então confira nossas melhores opções desse tipo de imóvel!  O que achou do conteúdo? Conta pra gente nos comentários! O Blog da Axis 21 é atualizado semanalmente com novidades. Até a próxima!

Pets no apartamento: conheça seus direitos e deveres

Você é dono de pet e pretende se mudar para um apartamento. Ou já é morador de apartamento, e decide que é hora de adotar um bichinho para fazer companhia para os membros da família.  Para qualquer um dos casos, surgem as dúvidas: cães e gatos podem viver em apartamentos com seus donos? Pode-se proibir a posse e a circulação desses mascotes? Quais são os direitos e deveres daqueles que têm um animal de estimação?  Se você está nessa situação e quer saber mais sobre o assunto, continue a leitura e descubra! Animais de estimação podem ser proibidos?  Segundo a legislação, não. Na verdade, proprietários e síndicos não possuem poder para proibir a permanência de animais de estimação dentro de outras casas ou apartamentos. Afinal de contas, isso faz parte do seu direito de propriedade. Ainda que o regimento proíba a presença de cães e gatos, elas não são maiores que o Código Civil ou a Constituição Federal, que garantem o direito de ir e vir.  A permanência de um mascote só pode ser proibida caso fique comprovada a perturbação do sossego ou o animal apresente perigo para os outros condôminos. No entanto, essa decisão deve ser tomada apenas por um juíz. É dever do dono garantir que seu pet não apresenta riscos para a saúde e segurança dos demais moradores.  Quais os direitos do dono?  O dono (ou tutor) do animal de estimação deve estar ciente de seus direitos. Caso você se sinta violado ou constrangido, não deixe de procurar seus direitos.  Os outros proprietários e síndico NÃO PODEM:  Proibir a permanência e circulação dos animais, desde que estes não apresentem perigos para outras pessoas. Proibir visitantes de entrarem com seus mascotes.  Obrigar o uso de focinheiras, caso o animal seja de pequeno porte.  Proibir animais em elevadores.  Obrigar os tutores a carregar os animais no colo (incentiva-se, no entanto, que se utilizem guias curtas para evitar que o mascote se aproxime de outras pessoas).  Quais os deveres do dono? Da mesma maneira que um tutor deve conhecer seus direitos, é imprescindível que ele também saiba seus deveres. Afinal de contas, a permanência de animais de estimação em apartamentos só é totalmente assegurada pela lei caso o animal não apresente perturbação ou perigo para terceiros.  O dono DEVE:  Manter o mascote sempre próximo ao corpo. Para isso, indica-se o uso de uma guia curta. Isso se aplica para o trânsito em áreas comuns do prédio. Reforçar a segurança de todos ao redor é responsabilidade do dono.  Colocar a focinheira, ao transitar pelas áreas comuns, em animais de grande porte ou com comportamento potencialmente agressivo. Evitar deixar crianças sozinhas com cães, principalmente nas áreas comuns.  Garantir que não haja perturbação do sossego, educando e treinando o mascote para que ele não faça tanto barulho.  Prezar pelo bom senso e respeito ao próximo: caso o dono perceba que alguém está com medo de seu mascote, o melhor é garantir que o contato seja evitado.  Limpar eventuais dejetos depositados em áreas comuns do prédio.  Algumas medidas de segurança extra Para ter certeza de que seu animal de estimação esteja sempre seguro e não apresente incômodo ou risco para outras pessoas, uma boa dica é investir em telas nas janelas, Isso dificulta, por exemplo, que um gato consiga fugir ou que um cão fique tão perto do vidro, evitando latidos desnecessários.  Lembre-se: os animais de estimação não podem ser proibidos, mas cuidados especiais e principalmente bom senso são essenciais!

Entenda como é definida a taxa de condomínio

Morar em condomínio apresenta diversas vantagens. O primeiro ponto positivo é, certamente, mais segurança. Isso acontece pois os condomínios costumam possuir equipe especializada no assunto, garantindo cuidado e vigilância constante.  Outro benefício são as facilidades oferecidas e estruturas para lazer. São salões de festas e eventos, brinquedotecas, academias de ginástica, espaços gourmet, entre muitos outros.  Tudo isso reforça a coletividade e proximidade entre a vizinhança, uma vez que todos os moradores devem zelar pelas áreas comuns.  Todos esses fatores são levados em consideração na hora de cobrar a famosa taxa de condomínio. No entanto, para que a cobrança seja justa e adequada, alguns detalhes adicionais devem ser ressaltados. Confira! Para que serve a taxa de condomínio?  Basicamente, a taxa de condomínio é um valor mensal cobrado dos moradores. Ela serve, principalmente, para custear os serviços importantes oferecidos pelo condomínio. Isto é, segurança, manutenção de áreas comuns e, em alguns conjuntos residenciais, contas de água, luz e gás. Como o valor da taxa é decidido?  Primeiramente, a cobrança pode ser feita de duas formas: por taxa fixa ou por rateio. No primeiro caso, o valor fixo deve ser decidido em assembleia prévia. O rateio, no entanto, é um valor variável. Os custos condominiais são calculados mensalmente e divididos pelo número de casas ou apartamentos. A taxa deve ser calculada a partir de um minucioso levantamento de todos os gastos do condomínio. No caso da taxa fixa, a dica é calcular todas as despesas mensais (incluindo aqui custos de manutenção, salários e demais contas).  É interessante também fazer uma projeção de gastos para os próximos doze meses, para que o valor esteja de acordo com a realidade de gastos e investimentos decididos pelo condomínio. Outro detalhe importante é a inclusão de um fundo de reserva na taxa de condomínio. Esse valor deve ser usado para casos de emergência e imprevistos.  É importante ressaltar que todos esses valores (e os motivos para a cobrança) devem ser debatidos em assembleia. É também dever do síndico realizar uma prestação de contas anual, com objetivo de esclarecer para os condôminos como foram utilizados os recursos.  Com todos esses detalhes esclarecidos, agora você sabe como a taxa de condomínio é (e deve ser) estabelecida.  O que achou do conteúdo? Tem mais alguma dúvida sobre as taxas de condomínios? Conta pra gente nos comentários. O blog da Axis 21 é atualizado semanalmente com novidades. Até a próxima! 

Comprar ou vender: as vantagens de contratar uma imobiliária

Comprar ou vender um imóvel nem sempre é tarefa fácil. Para os compradores, o desafio pode estar em não encontrar o imóvel ideal ou um negócio confiável.  Já para quem busca vender, frequentemente o imóvel é anunciado de forma ineficiente, o que dificulta muito o sucesso da transação.  Felizmente, a boa notícia é que você não precisa passar por esse processo sozinho! Na verdade, o mais recomendado é sempre contratar os serviços de uma imobiliária.  Todo o atendimento e suporte de profissionais qualificados certamente farão a diferença. Por isso, pesquise previamente o histórico e a estrutura da empresa, descobrindo quem são as pessoas e as ferramentas usadas para te apoiar durante a transação de compra ou venda.  Na Axis 21, a equipe é totalmente preparada para auxiliar você do começo ao fim, tanto no processo de compra como no de venda do seu imóvel. Confira as vantagens de contratar os serviços de uma agência que possui experiência e credibilidade no mercado imobiliário curitibano!  Ao comprar um imóvel, as vantagens são:  1) Atendimento personalizado É imprescindível contratar uma empresa que entenda e encontre exatamente o que você está buscando. A Axis 21 oferece uma equipe especializada e experiente em encontrar imóveis que sejam ideais para atender às suas necessidades, o que requer um profundo trabalho de pesquisa e consulta. Toda a busca é customizada, de acordo com a necessidade do cliente e encontramos o imóvel que for, onde e como você precisar.  2) Visitas e negociações A Axis 21 já tem, em sua base, uma variedade de imóveis que certamente agradarão públicos com necessidades bem distintas. O comprador tem ainda a opção de agendar (e reagendar) visitas e negociações de acordo com seus horários.  O cliente também terá acesso a imóveis mais exclusivos, além de ter uma imobiliária para agilizar e ajustar todo o processo de negociação de acordo com o seu perfil.  3) Segurança Uma imobiliária também deve garantir que a transação seja realizada de maneira segura. Por isso, a Axis 21 realiza uma minuciosa análise dos documentos dos vendedores e compradores do imóvel, e a parte contratual é realizada por um especialista da área.  4) Serviço adicionais Alguns serviços adicionais, como despachante, também são oferecidos pela Axis 21, o que facilita um processo que, muitas vezes, tende a ser extremamente burocrático. Assim, seu novo negócio deve ser focado apenas na sua felicidade. 5) Imóveis na planta Caso o comprador esteja interessado em adquirir um imóvel na planta, a Axis 21 oferece vantagens e tipos de negociações diferenciados. Temos parceria com as melhores construtoras da cidade, o que facilita o processo de compra de um lançamento.  Confira como valorizar seu imóvel alto padrão para acelerar a venda! Ao vender um imóvel, as vantagens são:  1) Atendimento e consultoria  Para quem busca vender seu imóvel, a Axis 21 oferece um trabalho completo de consultoria, a fim de auxiliar com dicas pertinentes ao processo de venda e questão burocrática. O cliente também será constantemente informado acerca de propostas e visitas.  2) Visibilidade do imóvel Uma imobiliária deve possuir experiência para anunciar seu imóvel nos lugares corretos. A Axis 21 tem expertise em divulgar nos melhores portais do país e canais de mídia com os melhores resultados estratégicos, que certamente agilizam a venda.  3)  Confiabilidade e segurança  Além de anunciar para pessoas certas, prezamos também pela segurança. Por isso, visitas ao seu imóvel à venda só serão agendadas com pessoas realmente interessadas na compra. A depender do imóvel ou condomínio, a visita só é agendada mediante análise dos documentos dos visitantes. 3) Avaliação e adequação ao mercado A imobiliária irá avaliar seu imóvel de acordo com a região, metragem e outros diferenciais. Também temos uma equipe preparada para te auxiliar na aplicação de técnicas para tornar o imóvel mais atrativo para venda, como o home staging (confira aqui o artigo completo sobre o tema).  4) Propostas e negociação  A imobiliária irá avaliar e filtrar propostas e negociações, buscando oferecer ao vendedor somente propostas reais e de acordo com suas expectativas.  5) Proteção da sua privacidade Prezar pela discrição e privacidade é imprescindível. Ao anunciar um imóvel, sua identidade será preservada e as negociações com os interessados só acontecerão de forma pessoal e direta caso se trate de uma proposta real. Isso evita propostas desinteressantes ou curiosidade de terceiros.  E aí, o que achou?  O Blog da Axis 21 é atualizado semanalmente com diversas novidades. Até a próxima!

Escritura, contrato e registro do imóvel: entenda a diferença!

A burocracia do setor imobiliário pode confundir muita gente. Frequentemente, muitas pessoas acreditam que o contrato ou a escritura do imóvel são os únicos documentos necessários para que se estabeleça a transferência de uma propriedade.  Entretanto, esses dois documentos não bastam para que a transação seja completamente efetivada. Na verdade, a legislação brasileira estabelece que: 1) O contrato de compra e venda é uma garantia de que as duas partes irão honrar seus compromissos; 2) A escritura é um documento que oficializa a transferência. Porém, o imóvel somente é considerado completamente do novo dono a partir de uma terceira etapa: a realização do Registro do Imóvel. Por isso, aproveite a leitura para entender as diferenças de cada um desses documentos! Contrato e escritura Como dito anteriormente, o contrato é um documento que possui um caráter de acordo mútuo entre as partes, com obrigatoriedades que devem ser legalmente honradas. A escritura é entendida como o próximo passo após o contrato ser firmado. Elaborada no cartório de notas municipal, o documento valida a compra e a venda do imóvel. Em caso de compras à vista, a escritura deve ser confeccionada em um tabelionato de notas. Registro do Imóvel Posteriormente à assinatura da escritura ou contrato, o documento deve ser encaminhado a um cartório de Registro de Imóveis. No entanto, é necessário ficar atento: a localização do imóvel é o fator que define em qual cartório o registro deve ser realizado. Por isso, pesquise previamente para saber em qual cartório você deverá registrar o seu imóvel ou verifique com a imobiliária. A transferência da propriedade é registrada na matrícula do imóvel, na qual estão contidas informações como dados do proprietário e histórico. Em um próximo post, explicaremos o que é a matrícula do imóvel.  Informações sobre financiamento devem constar no registro. Dessa forma, após a quitação, o novo proprietário poderá transferir o imóvel para terceiros sem problemas. Após o registro da escritura, o imóvel é definitivamente do novo proprietário!  O que você achou do conteúdo? Tem mais alguma dúvida relacionada a transações imobiliárias? Não deixe de interagir usando os comentários! O Blog da Axis 21 é atualizado semanalmente com novidades. Até a próxima! 

Inspire-se com essa seleção de imóveis com espaço gourmet!

Receber família e amigos em casa sempre rende momentos inesquecíveis. E, para aqueles que gostam de cozinhar, não há nada melhor que comemorar tudo isso preparando aquela refeição mais que especial para os convidados. Esse tipo de situação tem feito com que, cada vez mais, sala de jantar e cozinha comecem a se integrar, e o conceito de “espaço gourmet” ganhe espaço em vários lares.  Motivos para isso não faltam: esse tipo de formato é mais contemporâneo e preza pelo conforto do anfitrião, que consegue cozinhar e recepcionar os convidados simultaneamente. Além disso, o espaço se torna mais funcional, valorizando o imóvel.  O espaço gourmet pode ser feito em diversos lugares da casa. Pode ser adaptado à própria cozinha, por exemplo. Também é possível integrar com outros ambientes da casa, como a varanda ou área externa, garantindo também uma linda vista.  Nós preparamos especialmente uma incrível seleção de imóveis com área gourmet para você se inspirar. Quem sabe você não cria a sua para receber todas pessoas especiais para você? Vamos lá! Casas e apartamentos com espaço gourmet  1) A primeira casa da nossa seleção fica localizada no bairro Campo Comprido. O espaço gourmet fica do ladinho da área externa, o que garante um ambiente sempre bem iluminado durante o dia. A proximidade com a sala também torna o local incrível para recepcionar todas as pessoas com muito conforto! 2) Para quem é fã de um espaço mais clean, essa é a opção ideal! Localizada no bairro Ecoville, a casa conta com um espaço gourmet super amplo, além de contar com uma área externa perfeita para quem ama tranquilidade e contato com a natureza. O acabamento clean deixa o ambiente ainda mais sofisticado. Vontade de reunir todo mundo para comemorar é o que não vai faltar! 3) Localizada no bairro Campo Comprido, essa terceira casa é um espetáculo! A área gourmet obviamente não fica para trás: uma cozinha completa e um amplo espaço ao ar livre para ninguém ficar de fora de nenhuma festa. Bom demais! 4) Essa é para quem é fã de apê! Além de lindo, esse apartamento (localizado no Ecoville) conta com esse espaço gourmet todo descolado, perfeito para quem quer preparar um churrasco e chamar todos os amigos. O happy hour depois do trabalho agora pode ser no conforto do lar! E aí, o que achou da seleção desses incríveis imóveis com espaço gourmet? Não deixe de contar pra gente utilizando a seção de comentários! O blog da Axis 21 é atualizado semanalmente com novidades. Até a próxima!