Síndico: saiba o que ele pode (ou não pode) fazer!

Cuidar de um condomínio exige muita responsabilidade. Por isso, a figura de um síndico é atribuída a alguém disposto a ajudar a tornar a convivência entre os moradores mais leve, organizada e facilitada.  No entanto, o cargo não dá plenos poderes no que diz respeito às decisões que impactam o cotidiano de todos os moradores. Mas afinal de contas, como saber quais os direitos, deveres, poderes e limitações de um síndico dentro de um contexto de edifício ou condomínio? Pensando nisso, preparamos essa lista para esclarecer todos os detalhes a respeito dessa função. Confira!  Primeiramente, o que é um síndico?  Síndico é a pessoa responsável pela gestão do condomínio, geralmente eleito em assembleia pelos outros moradores. De maneira resumida, as principais funções de um síndico estão ligadas à manutenção da ordem, além de cuidados com as finanças, segurança e limpeza do condomínio. A partir disso, veja a seguir quais as tarefas e funções que são ou não atribuídas ao síndico!  O que um síndico pode fazer  Manter as despesas em dia: o síndico é o responsável por garantir que as contas do condomínio sejam efetivamente pagas na data correta. Além disso, é necessário que o síndico preste contas para os moradores. Solicitação de orçamentos e cotações: caso eventuais reformas, reparos e construções sejam necessários no condomínio, o síndico deve solicitar orçamentos para empresas, seja pessoalmente ou via Internet. O importante é que a variedade de orçamentos e cotações sejam suficientes para que os moradores possam, eventualmente, votar e decidir.  Realização de assembleias: um condomínio bem organizado costuma realizar assembleias de moradores com frequência. Nesse tipo de reunião o síndico pode prestar contas, organizar votações, dar recados importantes para os moradores, entre outros.  Cobrar inadimplentes: ainda que seja um assunto que pode causar mal estar, o síndico possui a responsabilidade e o poder de cobrar dividendos, desde que de maneira cordial. Em casos mais sérios, pode-se efetuar a cobrança de maneira extrajudicial. Agora, confira a seguir que foge da alçada de atuação dos síndicos!  O que um síndico não pode fazer  Desrespeitar normas do condomínio: ainda que esteja em um cargo administrativo, ser síndico não dá a um morador plenos poderes no condomínio. Um síndico deve, na verdade, ser o exemplo de que as regras se aplicam para todos os moradores.  Invadir a privacidade dos condôminos: o síndico deve cuidar das partes que competem às áreas comuns do condomínios. Não se pode, por exemplo, entrar em uma casa sem a devida autorização ou interceptar ou abrir pacotes e correspondências de outros condôminos.  Não prestar contas aos moradores: a transparência deve ser uma constante durante o período de atuação de um síndico. Por isso, os moradores podem exigir assembleias a fim de prestar contas e esclarecer decisões tomadas pelo síndico e que afetem o bem comum. Proibir a entrada de visitantes: cada morador deve decidir as pessoas cujas quais podem ou não entrar em suas residências. Não cabe impedir a entrada de pessoas, exceto quando a entrada indique suspeitas ou algum tipo de risco iminente. O Blog da Axis 21 é atualizado semanalmente com novidades. Até a próxima! 

Vida saudável: como montar academia em casa

Para quem deseja manter - ou mesmo iniciar - uma rotina de exercícios físicos, ter uma academia em casa pode ser uma ótima opção. Pensando nisso, preparamos esse artigo com as melhores dicas para montar sua estação fitness. Confira!  Local da casa  Definir o local da casa no qual a sua academia pessoal será instalada é um primeiro passo bem importante. Uma sugestão de escolha é um cômodo não utilizado. É possível também posicionar ou guardar os aparelhos em um canto do seu próprio quarto ou sala.  Uma outra ótima ideia é optar por uma academia ao ar livre. Para algumas pessoas, praticar exercícios físicos em contato com a natureza ao ar livre pode ser um incentivo ainda maior. O importante é montar um espaço para exercícios físicos que combine com você!  Defina seus objetivos Tão importante quanto escolher o espaço ideal é definir seus objetivos no que diz respeito à prática de exercícios físicos. Isso precisa ser decidido previamente pois irá impactar diretamente nas escolhas para montar sua academia particular. Por isso, vale a pena entrar em contato com um profissional de educação física para descobrir quais as melhores modalidades e os aparelhos mais indicados para alcançar as metas e objetivos traçados por você!  Escolha os aparelhos  Escolhido o espaço e definidos os objetivos, chegou a hora de adquirir os equipamentos da sua academia pessoal. Você pode utilizar itens mais simples, como faixas elásticas, bolas infláveis e tapetes para abdominais e meditação.  No entanto, para aqueles que podem e desejam investir um pouco mais, é possível adquirir aparelhos profissionais, como bicicletas ergométricas, elípticos ou até mesma esteiras. Também é possível encontrar locais especializados em aluguel desses equipamentos, caso você não deseje comprar.  O importante é testar os aparelhos para decidir o que se adapta melhor ao seu estilo de vida e suas necessidades.  Ambiente agradável  Algumas pessoas podem achar a tarefa de se exercitar um tanto quanto desconfortável. Por isso, é necessário garantir que sua jornada fitness seja praticada num ambiente que transmita leveza e conforto. Sua academia indoor deve ser instalada em um local bem arejado, por isso é importante que o ambiente escolhido tenha uma entrada de ar satisfatória.  Além disso, a iluminação também é importante. Se for viável, também é possível instalar espelhos ou imagens que tragam ainda mais motivação para que você leve a rotina de exercícios em casa à sério.  Com essas dicas, esperamos que você se sinta pronto para montar sua academia e colocar o projeto fitness em dia. O Blog da Axis é atualizado semanalmente com novidades. Até a próxima! 

Inverno: como aquecer a casa na época mais fria do ano?

Curitiba é, sem dúvidas, uma das capitais mais frias do Brasil. No inverno, não é incomum as temperaturas atingirem números negativos. Essa é a época em que o povo curitibano tira os casacos de inverno do closet para evitar passar frio quando precisa sair de casa.  E, na estação mais gelada do ano, nada melhor do que também ter a casa toda aquecida. Afinal, nosso lar deve proporcionar conforto e acolhimento em todos os momentos. Por isso, separamos algumas dicas preciosas para manter a casa toda quentinha e mandar a famosa “friaca” embora. Confira! Na decoração Quem disse que a casa também não pode ser agasalhada? O inverno é a estação mais adequada para investir em mantas e almofadas, que podem ser colocadas nas camas, poltronas e sofás. Além de conservar melhor a temperatura, esses itens de decoração também irão deixar sua casa cheia de estilo!  Fogo, velas e lareiras  Quando utilizado de forma segura, o fogo pode ser uma incrível ferramenta contra as baixas temperaturas. Para tornar os ambientes mais aconchegantes, vale a pena apostar em acender velas ou lareiras. Entretanto, é necessário ficar atento ao local no qual o fogo será aceso - que deve ser afastado de tecidos e outros materiais inflamáveis.  Aquecedores Além de fogo, uma boa forma de conseguir calor nos ambientes de casa é o uso de aquecedores. Além de opções como aquecedores solares ou à gás, também existem alternativas portáteis elétricas que podem ser utilizadas nos quartos, banheiros e ambientes comuns.  Na hora de dormir  No inverno, a hora de deitar na cama pode ser extremamente fria e desagradável. Felizmente, com os materiais certos você pode tornar essa experiência um pouco menos desconfortável. É possível acolchoar a cabeceira da cama, além de adicionar bolsas térmicas embaixo das cobertas minutos antes de dormir. Bons sonhos! Janelas e corredores  Uma forma de diminuir a entrada de vento em casa é apostar no uso de cortinas. Para os corredores, uma boa pedida é utilizar tapetes felpudos no chão, para que haja maior conservação de calor também nas áreas mais baixas da casa. Aproveite o sol  Durante o inverno, é comum termos vontade de deixar a casa fechada o dia inteiro. No entanto, fugir dessa tentação pode valer a pena. Deixe o sol entrar: aproveite os momentos de luz solar para abrir e arejar a casa.  Além de trazer mais calor e iluminação natural para os ambientes, o sol também pode combater a umidade excessiva e o mofo.  Esperamos que, com nossas dicas, você possa ter um inverno muito mais agradável e aquecido. O Blog da Axis 21 é atualizado semanalmente com novidades. Até a próxima!

10 perguntas para fazer para o corretor sobre o imóvel do seu interesse

A compra de um imóvel certamente é um grande momento na vida de uma pessoa. Afinal de contas, o novo imóvel também significa um novo capítulo na história de alguém, com bons momentos sendo compartilhados com os amigos e a família.  Por ser uma etapa tão importante, o momento da compra do imóvel ideal gera muitas dúvidas. Por isso, nada melhor do que contar com o trabalho de profissionais especializados em fazer você encontrar a casa ou apartamento perfeito.  Ao contratar os serviços de uma imobiliária especializada, é o corretor de imóveis que irá nos auxiliar em todas as etapas necessárias para encontrar a melhor opção para sua personalidade e estilo de vida.  Pensando nisso, preparamos uma lista com as perguntas mais importantes para fazer ao seu corretor acerca do imóvel desejado por você. Confira! 1) Quais as opções de pagamento e parcelamento? Confira quais as formas de pagamento disponíveis para o imóvel que você deseja. O pagamento é à vista ou financiado? Caso seja a segunda opção, quais são as possibilidades de financiamento? Há alternativas para negociar o valor do imóvel?  Tudo isso garante que você consiga fechar negócio de acordo com as suas condições e dentro da sua realidade. 2) Este imóvel combina comigo e/ou com minha família? Morar sozinho ou com a família faz toda a diferença na hora de escolher o imóvel. É importante questionar se a infraestrutura da casa está preparada para receber todos os moradores de maneira adequada. O número de quartos é suficiente? As áreas comuns conseguem proporcionar conforto e lazer?  Saber tudo isso previamente faz com que a escolha seja muito mais acertada. 3) Há variedade de serviços e facilidades na região? Procure saber com seu corretor se a região é rica em centros comerciais, parques, clubes, escolas, bancos, farmácias e demais serviços que forem importantes para tornar seu cotidiano mais prático.  É imprescindível morar numa região da cidade que possua serviços que atendam às suas necessidades. 4) Você tem mais informações sobre a vizinhança? O processo de mudança nem sempre é fácil. Uma vizinhança acolhedora e disposta a ajudar certamente faz toda a diferença. Identifique com seu corretor a respeito de como é a vizinhança do seu condomínio, rua e/ou bairro.  Informações como a faixa etária e perfil das pessoas que moram naquela região fazem toda a diferença. 5) Qual o valor do condomínio? Caso o imóvel desejado fique em um condomínio ou edifício, não se esqueça de perguntar o valor do condomínio. A tarifa adicional deve ser um valor que caiba em sua realidade financeira. 6) Quais as taxas adicionais e parte burocrática? Ao comprar um imóvel novo, é importante estar ciente de que você poderá ter que arcar com eventuais despesas extras.  Esclareça-as com seu corretor. Informações como valor do IPTU, taxas de transferência e outros registros, tudo isso deve ser colocado na ponta do lápis. 7) Como é a segurança na região? Indague seu corretor - e também outros moradores - a respeito da segurança da região. Descubra se a região da cidade escolhida por você possui boa iluminação e policiamento constante.  8) Qual a idade do imóvel? Descubra o tempo de existência da casa ou apartamento, bem como se já foram feitas reformas e manutenções pelos moradores anteriores. Esse tipo de pergunta visa evitar transtornos posteriores em relação à estrutura do local. 9) Qual o estado de conservação do imóvel? Antes de fechar negócio, cheque se o imóvel necessita de reformas. Procure saber a respeito da estrutura elétrica e hidráulica da casa ou apartamento, e descubra se você precisará arcar com reformas no futuro. 10) Quais as perspectivas de valorização do imóvel? Comprar um imóvel é um investimento. Caso você tenha interesse em vender a casa ou apartamento posteriormente, descubra com seu corretor as perspectivas de crescimento regional e potencial de valorização imobiliária no local.  E aí, o que achou das perguntas? Que outras dúvidas você acha que não podem faltar para o corretor de imóveis? Conta pra gente nos comentários!  O Blog da Axis 21 é atualizado semanalmente com novidades. Até a próxima!

Como montar e decorar o closet de casa?

O closet pode ser definido como um guarda-roupas adaptado para servir também como vestiário. Ter um closet mostra-se extremamente vantajoso, uma vez que é possível guardar as roupas de forma mais espaçada e ordenada.  Entretanto, muitas pessoas possuem dúvidas de como montar, organizar e decorar o closet de uma maneira prática e com personalidade. Pensando nisso, preparamos várias dicas para você montar ou reformar seu closet da melhor maneira possível. Confira! Local e tipo de closet  Ao montar um closet em casa, é necessário pensar em alguns detalhes cruciais. Um deles é o lugar em que ele será montado. Geralmente, as pessoas optam por montar um closet em um espaço integrado ao quarto ou suíte, mas isso não é obrigatório. Um cômodo desocupado é um exemplo interessante de onde seu closet pode ser construído.  Com o espaço já selecionado, é necessário pensar no tipo de closet desejado. Os modelos com portas e armários possuem uma pegada mais tradicional, uma vez que remetem mais aos guarda-roupas. Já os closets sem portas são mais modernos, mas as peças de roupa e acessórios expostos o tempo todo exigem que o local seja arrumado constantemente.  Organizando o closet A partir da escolha do espaço em que o closet será montado, é hora de pensar na questão de organização. Afinal de contas, você precisa de um closet que seja funcional e ofereça facilidade na hora de escolher o que vestir. O ideal é que cada tipo de peça de roupa possua um espaço separado, para que não haja misturas no closet.  Gavetas, cabideiros, araras e ganchos são itens essenciais para arrumar suas peças de roupa de maneira adequada. Também é interessante um espaço de 1 ou 2 centímetros entre peças de roupa como blusas, camisas e vestidos, para uma sensação maior de “respiro”. Além disso, peças mais separadas facilitam a visualização.  Para os sapatos, é interessante investir em divisórias organizadoras que permitam que os pares sejam guardados juntos. A divisão também permite mais facilidade na hora de limpar, além de possibilitar uma categorização por cor e por tipo.  O mais importante é saber que a organização do closet está muito atrelada ao estilo de vida. Quem trabalha em um ambiente corporativo irá precisar de um closet que contemple e facilite a organização de ternos e peças sociais, por exemplo. Seu closet deve ser sob medida para suas necessidades!  Closet de casa: decoração e personalização Os detalhes fazem toda a diferença na hora de montar um closet perfeito. O espaço deve ser montado de maneira a refletir seu estilo de vida e jeito de ser.  Os corredores do closet devem ter espaço suficiente para transitar, experimentar as roupas e caminhar. As luzes devem ser suficientemente intensas para iluminar as peças de roupa e acessórios, facilitando a escolha. Os espelhos são itens essenciais, tanto para a prova das roupas quanto para que o ambiente pareça mais amplo e espaçoso.  Uma decoração com papéis de parede também é bem vinda. Arranjos florais, fotos e quadros podem estar presentes, criando ainda mais um senso de personalidade. Moodboards com suas inspirações e ideias para próximos looks também são ótimas pedidas.  E aí, o que achou das dicas? Conta pra gente usando os comentários. O Blog da Axis 21 é atualizado semanalmente com novidades. Até a próxima! 

6 livros para ler e atualizar a biblioteca de casa

Quem é apaixonado por livros já sabe: não tem coisa melhor do que “viajar” sem sair de casa. Através da leitura, é possível adquirir conhecimento, entender novas culturas, costumes e viver emoções inimagináveis. No entanto, nem sempre é fácil encontrar um título cativante em meio a tantas opções. Pensando nisso,  preparamos títulos de gêneros variados para você atualizar sua biblioteca de casa e aproveitar o tempo livre para se aprofundar ainda mais no universo da leitura. Vamos lá!  A História da Arte - Ernst Gombrich Ernst Gombrich foi um historiador da arte austríaco. De todos os livros escritos por ele, talvez o melhor sucedido tenha sido “A História da Arte”, com sua primeira edição tendo sido publicada em 1951. O livro é um incrível panorama introdutório às artes visuais, como pintura, escultura e arquitetura. O livro é dividido em introdução + 27 capítulos, sendo que cada capítulo aborda um determinado período da história da arte.  O livro surpreende por conter grande contextualização cultural e geográfica, além de imagens com grande riqueza de detalhes e explicações primorosas. Para quem tem um interesse especial em Arte, vale a pena! O homem e seus símbolos - Carl Jung Carl Jung foi um psiquiatra e psicoterapeuta, fundador da psicologia analítica. Um de seus títulos mais interessantes (ainda que o autor possua livros mais famosos) provavelmente é “O Homem e seus Símbolos”. Durante o livro, o psicólogo e seus estudantes discutem a respeito dos sonhos e seus simbolismos, bem como as aplicações práticas que a interpretação destes símbolos podem ter para aqueles que buscam o autoconhecimento. Ótima recomendação! Lugares distantes: Como viajar pode mudar o mundo - Andrew Solomon Andrew Solomon ficou conhecido por escrever o best-seller “O Demônio do Meio-Dia”, no qual relata sua própria batalha - e a de outras pessoas - contra a depressão. Em “Lugares Distantes”, o autor discute o poder que há em viajar e conhecer novas culturas.  No livro, há observações e fatos interessantes acerca de mais de 80 países, o que faz da obra um olhar interessante a respeito dos mais diferentes destinos ao redor do mundo. Imperdível! Ética a Nicômaco - Aristóteles Esse é um daqueles livros definitivos da história da humanidade. A filosofia aristotélica impacta em nossas vidas até os dias de hoje, e seus escritos parecem a cada dia mais importantes e atuais. Em “Ética à Nicômaco”, livro dedicado a seu filho, Aristóteles faz reflexões profundas acerca da moral e do caráter humano. Além disso, uma das questões-chave abordadas no livro é a busca pela Felicidade, bem como os possíveis meios para alcançá-la plenamente.  Clarice, -  Benjamin Moser Clarice Lispector foi uma escritora modernista brasileira. Sua obra é até hoje conhecida por trazer grandes questionamentos acerca da própria vida, além dos mistérios e reflexões que podem estar contidas nas coisas mais cotidianas e aparentemente desimportantes.  Nesta incrível biografia, o autor Benjamin Moser narra de maneira instigante os momentos mais marcantes da vida da autora. Desde sua vinda da Ucrânia para o Brasil, as dificuldades no casamento e a luta para ser reconhecida como uma escritora séria da literatura brasileira, que pode por vezes ser extremamente machista. Criatividade S.A.: Superando as forças invisíveis que ficam no caminho da verdadeira inspiração - Ed Catmull Precisando de um boost na criatividade? Que tal conhecer a história e a jornada de um criador de filmes de animação que entraram para a história?  Neste livro extremamente instigante e inspirador, Ed Catmull, um das fundadores da Pixar, conta sua trajetória rumo ao sucesso mundial.  Durante o livro, descobrimos curiosidades por trás da criação de filmes como Toy Story e outros títulos da Disney que revolucionaram a animação cinematográfica. Não tem como não ler!  E aí, o que achou destes títulos? Conta pra gente qual você mais quer ler! O Blog da Axis 21 é atualizado semanalmente com novidades. Até a próxima! 

7 filmes e séries para assistir em família

Foi-se o tempo em que ficar em casa era sinônimo de ficar entediado. Atualmente, existem diversas atividades que podem ser feitas no conforto e segurança do próprio lar. A Internet, por exemplo, possibilita horas de lazer e entretenimento. As plataformas de streaming de filmes, como a Netflix e Amazon Prime, podem transformar seu lar em um verdadeiro cinema. Mas em meio a tantas opções de filmes e séries, nem sempre é fácil escolher um título que agrade a família toda. Pensando nisso, nossa equipe preparou uma série de recomendações de filmes que irão agradar crianças, adolescentes e adultos. Então pode preparar a pipoca, que a sessão de cinema em família está para começar. Bom filme! 1) Forrest Gump - O Contador de Histórias Forrest Gump é uma comédia dramática lançada em 1994. Estrelado por Tom Hanks, o filme conta a vida de Forrest Gump, um homem simples do Alabama. No entanto, sua vida é cheia de idas e vindas e acontecimentos inigualáveis, incluindo participações em alguns dos maiores eventos históricos do século 20 e amizades com ícones da cultura pop. O roteiro brilhantemente adaptado ainda se destacou no Oscar, vencendo prêmios como Melhor Filme e Melhor Ator. Imperdível! 2) Stranger Things Em meados dos anos 80, um garoto chamado Will Byers desaparece misteriosamente da pacata cidade fictícia de Hawkings. Esse acontecimento, além de outros eventos paranormais inexplicados, mexem com a vida da família e principalmente dos amigos de Will. Além de ser uma série maravilhosa por prender o espectador desde o primeiro episódio, a estética e a trilha sonora são odes ao estilo de contar histórias que vemos em filmes clássicos dos anos 80. Vale muito a pena! 3) Minha Mãe é Uma Peça 1, 2 e 3 Estrelados pelo comediante Paulo Gustavo, Minha Mãe é Uma Peça 1, 2 e 3 é uma série de filmes brasileiros que ganharam o país. Encarnando Dona Hermínia, personagem inspirado em sua própria mãe, Paulo Gustavo dá vida a uma mãe que se mete em confusões e faz de tudo para proteger e cuidar dos filhos. O mais recente da série, Minha Mãe é Uma Peça 3, é o terceiro filme nacional mais visto de todos os tempos nos cinemas do país. Bom demais! 4) Toy Story 1, 2, 3 e 4 De todas as recomendações, essa é uma daquelas quase obrigatórias. Se você e sua família ainda não assistiram a essa série de filmes, corram porque vale muito a pena! Os filmes mostram a história e a amizade dos brinquedos de um menino chamado Andy. As tramas e aventuras vividas pelos amigos são extremamente cativantes, divertidas e emocionantes. O primeiro filme, que estreou em 1995, foi um dos responsáveis por mudar para sempre a forma de se fazer animação por computador. Inigualável! 5) The Middle The Middle é uma série de comédia norte-americana que conta a vida de Frankie Heck e sua família. Narrado do ponto de vista da protagonista, a trama fala sobre a rotina da classe média dos Estados Unidos, além de mostrar conflitos em família engraçadíssimos e possuir aprendizados valiosos. Essa é para maratonar! 6) Fala sério, Mãe Destinado a um público mais adolescente, esse longa brasileiro de 2017 nos mostra as alegrias e conflitos que acontecem na vida de uma mãe, Ângela Cristina, e sua filha, a Malu. Protagonizado por Ingrid Guimarães e Larissa Manoela, o filme é leve e mostra as relações familiares de maneira descontraída, divertida e emocionante. Curtiu? 7) Capitão Fantástico Lançado em 2016, Capitão Fantástico mostra a vida de um pai e seus filhos, que são criados longe da civilização moderna. No entanto, isso não impede que a vida da família seja repleta de aventuras e aprendizados. O filme faz reflexões muito pertinentes a respeito das relações entre pais e filhos e métodos educacionais. Além disso, conseguiu aclamação da crítica e indicações ao Oscar. Imperdível! O que achou das nossas recomendações? Conta pra gente nos comentários qual você não vê a hora de assistir! O Blog da Axis 21 é atualizado semanalmente com novidades. Até a próxima!

Tecnologia: confira apps para se manter saudável, organizado e produtivo

Para algumas pessoas, os smartphones e tablets podem ser considerados vilões, já que muitas vezes são utilizados apenas com a finalidade de entreter e distrair. No mundo atual, não é incomum perder a noção do tempo e passar minutos, às vezes horas, rolando o infinito feed de notícias das redes sociais ou zapeando por canais de vídeos.  No entanto, esses aparelhos também podem ser grandes aliados para aqueles que estão em busca de uma vida menos sedentária e mais produtiva. Muitas vezes, é apenas questão de achar o aplicativo certo para o que você necessita. Para te dar uma ajuda, preparamos uma lista de apps que certamente te farão a usar a tecnologia em suas mãos com o propósito de buscar mais saúde, organização e produtividade. Vamos lá! Produtividade Trello  O Trello é um famoso site/app para gerenciar tarefas e controlar a produtividade. Trata-se, principalmente, de um mural de compreensão bem simples. Cada projeto pode virar um “Quadro” no Trello, e cada parte do processo pode virar um “Cartão”.  Você pode organizar os Quadros e Cartões utilizando anotações, prazos, checklists e até anexando arquivos importantes. E, caso seja um trabalho em equipe, é possível compartilhar o projeto e atribuir funções para cada um dos envolvidos. Incrível!  Baixar para iOS Baixar para Android  FocusList  Você já ouviu falar da técnica Pomorodo? De acordo com ela, o ideal para ser realmente produtivo em uma tarefa é alternar entre vinte e cinco minutos realizando a atividade e, em seguida, tirar cinco minutos para descanso. O FocusList te ajuda a botar esse método em prática.  Funciona assim: você inicia o dia listando todas as tarefas que precisa realizar, separando também o tempo necessário para terminar cada uma delas. A partir disso, o app sugere um roteiro de tarefas, por ordem de importância.  Em seguida, você inicia uma atividade, e o cronômetro é iniciado para que você mantenha o foco pelos próximos 25 minutos. Para tarefas mais longas, você pode utilizar quantos ciclos julgar necessários, não esquecendo de sempre intercalar com 5 minutos de descanso após cada ciclo.  Site Baixar para iOS Confira também: 5 aplicativos para decorar seu imóvel perfeitamente. Exercícios físicos e bem-estar Adidas Training by Runtastic  O aplicativo para exercícios físicos da Adidas é completo e abrange diversas modalidades. Ao iniciar a configuração do app, você deve responder perguntas que têm a ver com seus objetivos e metas. As opções variam entre perda de peso, busca de hábitos mais saudáveis, ganho de massa muscular, entre outras.  A plataforma oferece uma grande variedade de treinos para atender a cada um de seus objetivos. Cada sessão de exercícios possui imagens e vídeos que te ajudam a executar o treino da maneira correta.  Além disso, você também consegue acompanhar seu avanço semanal, mensal e anual. É possível também compartilhar treinos e resultados em suas redes sociais. Não é incrível?  Baixar para iOS Baixar para Android  Headspace  Engana-se quem pensa que treinar é limitado apenas ao corpo. A proposta do Headspace é justamente quebrar esse mito. Como? A partir do treinamento da mente, utilizando práticas de meditação e relaxamento.  E não, para meditar não é necessário realizar um retiro espiritual numa montanha. O aplicativo é didático e a proposta é que as sessões de meditação sejam feitas em casa mesmo, utilizando apenas um local tranquilo e fones de ouvido. Que tal fazer um teste?  Baixar para iOS Baixar para Android  Organização Google Keep Nada pior que ter uma ideia ou precisar registrar uma informação importante e não ter como anotar. Para evitar essa situação, o bloco de notas do Google é um verdadeiro salva-vidas! A melhor coisa sobre o Keep é que você pode registrar suas ideias e informações como preferir: por texto, foto, áudio ou desenho.  Além disso, é possível adicionar marcadores e atribuir categorias específicas para cada nota. Isso torna o cotidiano mais prático e você não perde mais nenhuma informação. Ótimo! Baixar para iOS Baixar para Android  Pocket  Estamos sempre consumindo conteúdo através do celular. Seja um artigo em um blog, um PDF de teor acadêmico, um vídeo interessante ou outro. Mas e o que fazer quando você precisa salvar para ler depois? O Pocket ajuda a reunir todo o seu conteúdo em um mesmo lugar. Precisa guardar um link para ler na semana que vem, ou um vídeo importante para mostrar para sua família? Você ainda pode separar seus favoritos e adicionar marcadores e categorias para cada tipo de conteúdo. Bom demais!  Baixar para iOS Baixar para Android E aí, o que achou das dicas de aplicativos? Tem mais alguma sugestão de app que pode ser útil para a vida de outras pessoas? Conta pra gente nos comentários! O blog da Axis 21 é atualizado semanalmente com novidades. Até a próxima!

6 brincadeiras e atividades para aproveitar em casa com as crianças

Em um período como o que temos vivido, em que sair de casa não é recomendado, encontrar opções criativas do que fazer em casa é complicado. Isso é especialmente verdade em casas com crianças, que precisam de atividades constantes para distração e estímulo de criatividade.  Nessa situação, é essencial usar a abusar da imaginação, e encarar o período como uma oportunidade de se aproximar e conhecer os filhos ainda melhor.  Pensando nisso, nós preparamos uma lista especial com 6 brincadeiras e atividades para tornar o período em casa mais descontraído, divertido e especial para toda a família.  Sua casa é seu templo, e nela há o potencial para construir algumas das suas melhores histórias. Confira! Acampadentro  O acampadentro nada mais é do que acampar dentro de casa. A ideia diverte a família toda, pois é uma quebra na rotina de dormir sempre no quarto. Para tornar a ocasião ainda mais especial, utilize cobertores, lençóis e colchões para construir cabanas na sala ou em algum cômodo de sua preferência.  Além disso, aproveitem a noite contando histórias, dançando ao som das músicas favoritas de todos ou assistindo algo divertido na TV. Ah, mais uma coisa: não se esqueçam das guloseimas para deixar todo mundo feliz e alimentado. Demais! Hora do cinema   Que tal convocar toda a família para uma sessão de cinema mais que especial? E o melhor: fazer isso acontecer é bem mais simples do que parece. Vocês só precisam escolher juntos algum filme divertido na TV, apagar todas as luzes, escolher um assento confortável e desligar aparelhos celulares para evitar qualquer distração.  Também vale a pena apostar numa experiência mais imersiva utilizando um home theater, caso disponível. E não esqueça de um detalhe importante: cinema sem pipoca com manteiga e guloseimas não vale, hein? Boa sessão!  Teatro de fantoches ou brinquedos  Que tal trazer a magia do teatro infantil para dentro de casa? Com um pouco de criatividade, isso certamente será possível! Convoque toda a criançada para criar um teatro utilizando fantoches ou os próprios brinquedos como personagens.  Você pode encontrar diversas ideias de fantoches artesanais clicando aqui. Na hora do espetáculo, vale a pena utilizar instrumentos musicais e/ou objetos domésticos para criar efeitos sonoros divertidos. Essa é também a hora de deixar toda a vergonha de lado: invente vozes, sotaques, bordões engraçados e o que mais julgar necessário para tornar a peça em família inesquecível!  Jogos Uma competição saudável em família pode render momentos divertidos e boas risadas. Que tal propor um campeonato de alguns jogos escolhidos por todos? Opções não faltam: há jogos de adivinhação, charada, caça ao tesouro, conhecimentos gerais e muitos outros. Os jogos podem ser os tradicionais, de tabuleiro, ou ainda videogames. Certamente, todos vão adorar a ideia!  Cozinhando em família  Hora de fazer a família botar a mão na massa - literalmente. Há diversas receitas em que é possível todo mundo ajudar um pouco. Se você fizer uma receita de bolo, por exemplo, as crianças podem ajudar quebrando os ovos, adicionando a farinha ou untando a forma. Essa é uma ótima ideia, já que muitas vezes as crianças sentem falta dessa inclusão na cozinha. Além disso, essa também é uma tática educativa para ensinar a criançada a refletir mais sobre os alimentos ingeridos em cada refeição. Há diversas ideias de receitas online, opções não faltam. Bom apetite!  Banho nos brinquedos Curtir um dia de sol sem sair de casa é possível, sim! Dá para aproveitar a oportunidade para dar um banho em todos os brinquedos não-eletrônicos. Estamos falando de bonecos, casinhas, mascotes de pelúcia.  Essa é uma boa opção por ser uma atividade refrescante e que pode durar a tarde toda, além de transformar uma tarefa necessária (ou seja, a higienização constante dos brinquedos) em uma atividade descontraída e divertida.  Para fazer tudo isso de maneira segura, opte por utilizar apenas água, sabão neutro e/ou sabão de coco, para evitar qualquer tipo de reação adversa. Com certeza a criançada vai adorar!  Esperamos que essas dicas tenham te inspirado a encontrar ainda mais passatempos e atividades que engajem e divirtam a família. O Blog da Axis 21 é atualizado semanalmente com novidades. Até a próxima! 

Coronavírus: como proteger a casa e a família?

A pandemia do novo coronavírus, que causa a covid-19, já provocou milhares de mortes ao redor do mundo (especialmente na China e na Europa). Em nosso país, o vírus tem circulado entre a população e os casos de transmissão comunitária (quando a origem da contaminação não é confirmada) têm aumentado diariamente.  De acordo com o Ministério da saúde, há uma série de cuidados básicos para conter o vírus. Caso essas medidas não sejam adotadas, o número de infectados pode aumentar muito em questão de poucas semanas.  Ainda que a doença apresente perigo eminente apenas para o grupo de risco (idosos, diabéticos, doentes cardíacos), o avanço da doença pode gerar um colapso no sistema de saúde, que não terá estrutura para atender a todos de maneira adequada. Nesse contexto que tem trazido insegurança para muitas pessoas, preparamos um mini-manual com dicas e cuidados básicos para evitar a contaminação e transmissão do coronavírus. São medidas simples e efetivas que, se adotadas em uma escala global, têm potencial real para diminuir consideravelmente os avanços dessa pandemia. O que é o novo coronavírus?  Coronavírus é o nome dado a uma família de vírus que possuem formato de coroa. Eles são os causadores de infecções respiratórias e algumas outras doenças.  O chamado “novo coronavírus” começou a circular na China, no fim do ano passado. Ganhou então o nome de SARS-CoV-2, uma sigla em inglês que, em tradução livre, significa “síndrome respiratória severa aguda coronavírus 2”. No fim de 2019, a doença causada pelo novo coronavírus recebeu o nome de Covid-19, e a primeira morte registrada pela doença foi no dia 9 de janeiro de 2020. Por que o coronavírus é preocupante?  A principal razão para a preocupação atual em relação ao coronavírus é a facilidade com a qual ele é transmitido. A transmissão acontece pelo contato com o vírus, que é transportado pela saliva expelida pela fala, tosse ou espirro do indivíduo infectado. Como vivemos em um mundo globalizado e em constante contato com muitas pessoas, não demorou para que o vírus chegasse ao Brasil.  Ainda que o vírus não seja considerado de grande periculosidade (uma pesquisa feita com 44 mil pessoas apontou que 80% dos casos são considerados leves), a preocupação é que o cenário possa realmente causar uma crise de saúde mundial.  Com um número excedente de pessoas infectadas, os hospitais não terão estrutura para atender a todas as pessoas (seja por causa da doença Covid-19 ou por outras situações que requerem atendimento hospitalar).  Quais são os cuidados básicos?  Em um contexto que tem gerado medo e desconfiança, os profissionais da saúde alertam: o melhor remédio contra o coronavírus é a prevenção. Confira que cuidados devem ser incluídos na rotina:  Lavar as mãos: a lavagem frequente das mãos deve acontecer com água e sabão, por pelo menos 20 segundos. Faça isso várias vezes ao dia, principalmente se você tiver contato frequente com outras pessoas.  Evitar tocar o rosto: mãos não lavadas encostando na boca, olhos e nariz pode ser perigoso. Essas são as portas de entradas principais do coronavírus.  Cobrir o rosto ao espirrar e tossir: utilize o cotovelo ou um lenço. Caso utilize papel, jogue fora imediatamente. Isso garante que, na possibilidade de você estar com o vírus, as chances de passar para outra pessoa diminuam.  Álcool gel: caso não tenha água e sabão disponíveis, o álcool em gel 70% mata o vírus e outras possíveis bactérias.  Evitar contato físico: deve-se evitar abraçar, beijar, apertar a mão de outras pessoas.  Não sair de casa: precisamos mais do que nunca respeitar essa quarentena que nos tem sido pedida, para não atingirmos patamares de países como Itália e Espanha. Medidas para adotar em casa  A Organização Mundial da Saúde recomendou que as pessoas fiquem em casa o máximo possível. Se houver possibilidade fazer home-office, melhor ainda. Esse período de isolamento social deve ser levado extremamente a sério, e não ser encarado como férias ou um feriado prolongado.  Além dos cuidado s básicos listados acima, as medidas preventivas que todos os membros da família também devem tomar são:  Evitar aglomerações: não frequentar bares, baladas, cinemas, igrejas e outros locais com grandes grupos de pessoas.   Reforçar higiene: limpar a casa com mais frequência. Produtos como água sanitária e cloro são bons aliados para desinfetar os ambientes.  Ambiente sempre arejado: abra todas as janelas, portas e cortinas, para que o ar possa circular mais livremente, evitando uma possível permanência do vírus.  Objetos de uso pessoal: não compartilhar copos, talheres, roupas, toalhas e demais objetos de uso individual. Higienizar e lavar esse itens com maior frequência.  Neste momento, devemos fazer tudo o que estiver em nosso alcance para evitar a progressão dessa pandemia. Ajude a propagar a informação: envie esse e outros artigos informativos para o máximo de pessoas que conseguir. Todo cuidado é pouco! #ficaemcasa O Blog da Axis 21 é atualizado semanalmente. Até a próxima!