Prédio com elevador vale a pena? Conheça as principais vantagens!

Para escolher uma nova casa ou apartamento sem futuros arrependimentos, é imprescindível levar as facilidades e comodidades que seu futuro lar pode oferecer em consideração.  Para quem busca um imóvel num prédio com vários andares, uma das dúvidas que surgem é se um prédio com elevador é vantajoso. Por outro lado, um prédio sem essa facilidade pode ser mais econômico, apesar de oferecer menos comodidade.  E aí, qual das duas opções é melhor? Na dúvida, confira o artigo sobre o assunto que a Axis 21 preparou para você. Trouxemos algumas das razões pelas quais escolher um prédio com elevador pode ser uma boa opção. Boa leitura!  Mais mobilidade  Mobilidade certamente é um fator a ser considerado. Jovens adultos podem não prestar atenção nisso, mas pessoas de idade mais avançada certamente poderiam ser beneficiadas com um prédio com elevador.  Idosos, por exemplo, certamente terão dificuldades com as escadas. Por isso, se o seu novo lar terá a presença de idosos (seja para morar ou visitar), escolher um prédio com elevador é uma ótima ideia.  Escadas também podem ser incômodas para mulheres no período da gestação ou casais com criança de colo. Pessoas com deficiência ou fraturas também podem ser prejudicadas pelas escadas. Caso você se encaixe nessa realidade, um prédio com elevador pode ser a escolha ideal.  Mais praticidade  Outro ponto extremamente importante a ser considerado é a praticidade. Afinal de contas, dificilmente alguém achará simples a tarefa de subir diversos lances de escada durante o dia a dia. Muito menos caso essa subida ou descida seja acompanhada de sacolas, compras ou de objetos que precisem ser carregados. Por isso, apesar de ser um investimento maior, provavelmente escolher um prédio que possua um elevador tornará sua vida muito mais fácil a longo prazo.  Valorização do imóvel  Nós já citamos a valorização imobiliária de vários ângulos aqui no blog. E, além das vantagens citadas anteriormente, ter seu apartamento em um prédio com elevador pode ser vantajoso também do ponto de vista de investimento. Isso acontece justamente porque, como citamos anteriormente, ter um elevador traz mais mobilidade, acessibilidade e praticidade.  Por isso, caso você deseje investir no mercado imobiliário, considere sempre imóveis que tornem a vida do futuro comprador mais facilitada no cotidiano. O Blog da Axis é atualizado semanalmente com novidades. Até a próxima! 

Mudança: como saber se chegou a hora de trocar de imóvel?

Trocar de imóvel é, certamente, um evento marcante na vida de uma pessoa. Afinal, um novo lar será cenário para novas histórias e momentos inesquecíveis. Entretanto, algumas pessoas podem ficar em dúvida sobre o momento certo de trocar de casa ou apartamento. Será que a adaptação no novo ambiente será fácil? Será que o novo imóvel terá mesmo todo o necessário para atender às necessidades?  Pensando nisso, preparamos este artigo com alguns indicativos de que sim, você está pronto para trocar de imóvel. Esperamos que, após a leitura, você se sinta mais confiante a respeito de uma decisão tão importante e especial. Vamos lá!  Você está buscando mais qualidade de vida  Mais espaço, maior número de cômodos ou espaços para lazer: qualquer que seja o motivo, o fato é que chega o momento em que é sentida a necessidade de mais qualidade de vida. Tem coisa melhor do que ter espaços confortáveis para cozinhar ou passar tempo com a família?  Escolher uma localização que torne o cotidiano mais fácil também tem a agregar muito em sua qualidade de vida. Uma casa ou apartamento que seja próximo à escola dos filhos ou do trabalho pode ser uma grande economia de tempo no dia a dia. Você procura por mais segurança e privacidade  Uma casa ou apartamento maior pode ser ótimo para evitar a sensação de falta de privacidade. Outro sinal de que pode ser o momento de se mudar diz respeito à sensação de que o local ou região já não oferecem a proteção desejada à família. Nesse caso, trocar de imóvel ou bairro pode ser ideal para trazer mais tranquilidade.  Você deseja se livrar do aluguel  Existem vários motivos para que alguém não deseje mais pagar aluguel. A sensação de que alugar é, de certa forma, “um investimento perdido” pode ser um deles. Talvez, também, um indivíduo deseje investir num bem que possa ser deixado para as futuras gerações.  Qualquer que seja o caso, sair do aluguel costuma ser comemorado como uma verdadeira vitória. E, caso este seja seu desejo, talvez a hora tenha chegado!  Sua família aumentou  O último item da nossa lista é um dos maiores motivos pelos quais mudar de imóvel costuma acontecer. Um novo membro na família também significa que mais espaço se faz necessário. Afinal de contas, é necessário que todos vivam de maneira confortável.  Isso é verdade no caso de crianças, mas também se aplica caso você tenha comprado ou adotado um novo pet. É necessário que novos membros da família, em especial crianças ou filhotes, tenham bastante espaço para brincar de maneira adequada.  E aí, já decidiu se o momento de mudar de imóvel chegou para você e sua família? Conheça as melhores opções de casas e apartamentos de alto padrão clicando aqui.  O Blog da Axis 21 é atualizado semanalmente com novidades. Até a próxima! 

Imóveis no Imposto de Renda: saiba mais!

Quem adquiriu, vendeu, herdou ou até mesmo reformou um imóvel precisa declarar estas situações no Imposto de Renda. Pensando nisso, preparamos um guia explicando como declarar a partir de cada uma dessas situações. Confira!  De maneira geral, a regra é que os bens imóveis sejam declarados na seção de “Bens e Direitos”, utilizando para isso o código referente àquele bem. Apartamentos possuem o código 11 e casas o código 12, por exemplo. O valor a ser declarado deve ser o montante pago pelo contribuinte até o dia 31 de dezembro do ano anterior. É importante também que o contribuinte detalhe com precisão o máximo que puder a respeito da situação atual do imóvel.  Quanto mais contratos, recibos, documentos de transações realizadas, melhor. Dessa forma, o contribuinte corre menos riscos de se equivocar e declarar seu bem imóvel de maneira errônea.  No caso de contribuintes isentos de declarar o Imposto de Renda, deve-se declarar imóvel único caso o mesmo tenha valor superior a trezentos mil reais. Para os que devem preencher obrigatoriamente, devem estar incluídos também os imóveis de valor inferior. Reformas e manutenções também podem ser declaradas, a fim de também atualizar o valor do imóvel. Os valores precisam ser declarados no código 17 - Benfeitorias.  No caso de heranças, é necessário declarar o bem na linha 14 - Transferências Patrimoniais, Doações e Heranças. Exige-se o CPF completo do doador do imóvel para completar a declaração.  Em relação à venda de imóveis financiados, é necessário apurar se houve algum lucro obtido na venda, utilizando como base as parcelas que já foram pagas no financiamento.  Agora você já estará bem mais preparado caso precise declarar seu imóvel no Imposto de Renda 2021. O Blog da Axis 21 é atualizado semanalmente com novidades. Até a próxima! 

Entenda as diferenças entre reforma e restauração de um imóvel!

Alterações na estrutura do imóvel devem, antes de tudo, passar por uma etapa de planejamento. É imprescindível, também, que alguns conceitos sejam esclarecidos para que os profissionais mais adequados ao serviço sejam contratados.  Há, por exemplo, a distinção entre reforma e restauração de um imóvel. Pensando nisso, preparamos este artigo para esclarecer estes dois termos. Ainda que possam parecer sinônimos, existem algumas especificidades que impactam diretamente no resultado final do seu imóvel. Confira!  O que significa reformar um imóvel?  O termo reforma certamente é ouvido com mais frequência do que a restauração. Quando você deseja realizar alterações estruturais em sua casa ou apartamento, isso significa reformar. Estamos falando sobre retirar paredes, alterar a fachada, criar novos cômodos, tudo que altere de maneira significativa a aparência do imóvel.  Neste caso, não é necessário que se tenha cuidado ou que se apliquem técnicas de manutenção da originalidade do projeto inicial, uma vez que a ideia é justamente mudar o aspecto físico do imóvel.  Apesar disso, é importante ressaltar que uma reforma precisa ser cuidadosa. Justamente por alterar o projeto inicial, é necessário que a reforma seja planejada de modo que a casa ou apartamento, após a reforma, continue a ser tecnicamente seguro em sua estrutura.  O que é a restauração de um imóvel?  Restaurar significa, de maneira geral, recuperar ou reparar algo que sofreu desgaste ao longo do tempo. Quando estamos falando de um imóvel, restaurar pressupõe que o resultado deva respeitar ao máximo a originalidade do projeto inicial.  Um restaurador deve realizar apenas alterações que garantam o bom funcionamento do imóvel, mas a estrutura deve ser mantida ao máximo como costumava ser quando a primeira construção foi finalizada.  Comumente, a restauração se aplica mais a imóveis que possuem um cunho histórico ou cultural atrelado a ele. Casas ou prédios que apresentam um estilo de época (como a arquitetura do século XVIII, por exemplo) costumam ser objetos de estudo histórico, antropológico ou sociológico. Por isso, restaurar ao invés de reformar é solicitado pelo poder público constando até mesmo na legislação.  Nestes imóveis, as restaurações mais comuns são da parte elétrica e hidráulica. Alguns assoalhos podem ser retirados e novamente colocados, a fachada é mantida o mais fidedigno possível da original, e as cores também são reproduzidas ou preservadas.  É necessário verificar, antes de alterar seu imóvel, se seu caso irá se tratar de uma reforma ou uma manutenção. Isso pode evitar algumas dores de cabeça no futuro. Por isso, não deixe de ter certeza.  O Blog da Axis 21 é atualizado semanalmente com novidades. Até a próxima!

Confira as 5 principais tendências de cor e decoração para 2021!

Com a chegada do ano novo, os principais gurus da arquitetura, decoração e design de interiores já começam a divulgar as principais tendências no que diz respeito à decoração do lar. Por isso, se você está pensando em dar uma renovada nos ambientes e quer deixar sua casa ou apartamento atualizados nas principais tendências, continue a leitura e confira! As cores de 2021 De acordo com a Pantone, as cores para 2021 são o amarelo PANTONE 13-0647 Illuminating, bem como o cinza PANTONE 17-5104. De um ponto de vista simbólico, o amarelo pode representar um otimismo e esperança pelo futuro.  Já o cinza pode trazer uma ideia de modernidade, futurismo. Essas duas cores, aliadas, parecem trazer uma mensagem positiva para um novo ano, vindo depois de um 2020 tão adverso e turbulento.  A combinação entre essas duas cores, uma mais sóbria e outra mais alegre, pode trazer aos ambientes uma cara mais moderna, industrial e descontraída. Confira um exemplo de aplicação abaixo:  Integração de ambientes  2020 foi, definitivamente, um ano de aprendizado. Entre tantas outras coisas, passar mais tempo em casa nos mostrou a importância de possuir uma casa que garanta mais integração e funcionalidade.  Nesse sentido, profissionais de arquitetura e decoração afirmam que uma tendência absoluta para os próximos anos está relacionada à busca por espaços mais integrados, espaçosos e práticos.  Espaços que integrem cozinha e sala de estar, por exemplo, ou ainda quartos que possuam um espaço para home-office são algumas das sugestões dos designers de interiores.  Madeira A terceira de decoração para 2021 diz respeito ao uso da madeira nos mais diversos ambientes. Ela pode estar presente em pisos e revestimentos, mas também pode ficar mais evidenciada em objetos de decoração, bancadas e móveis.  A madeira é interessante pois pode trazer texturas mais rústicas aos ambientes, além de ser facilmente harmonizada com outras cores mais quentes, trazendo um contraste interessante.  Luz natural Essa é uma daquelas “tendências” que nunca vão embora. Entretanto, encontrar maneiras de conseguir maior incidência do sol nos ambientes internos começou a ganhar mais prioridade após o início da pandemia.  Uma vez que as pessoas começaram a passar mais tempo em casa, é natural que um ambiente ensolarado e iluminado por mais tempo seja interessante. Por isso, telhas com transparência, tetos solares e/ou retráteis começam a ser instalados com mais frequência. Afinal de contas, tem coisa melhor do que ter a casa cheia de luz o dia todo?  Luzes neon  Para quem deseja deixar a casa com um ar moderno, colorido e descolado, utilizar o neon pode ser a solução perfeita. Adicionar letreiros ou luminárias neon em seus ambientes podem criar uma atmosfera colorida e aconchegante e, além de tudo, super de acordo com as tendências de decoração para 2021. Que tal?  E aí, o que achou das tendências de decoração para o novo ano? Qual delas você mal pode esperar para botar em prática? Conta pra gente! O Blog da Axis 21 é atualizado semanalmente com novidades. Até a próxima! 

Guia para investir em imóveis em 2021!

Em 2020, a instabilidade econômica causada pela pandemia mostrou aos investidores a real importância de diversificar seus ativos. Com isso, muitas pessoas se voltaram a um ramo de investimento tradicionalmente seguro e rentável: o segmento imobiliário.  Para 2021, acredita-se que o mercado de imóveis estará aquecido. Isso dá aos investidores ainda mais confiança e possibilidades de investimento dentro de um ramo que, ao contrário de outros mercados, tem tudo para apresentar um crescimento considerável.  Motivos para isso não faltam: a Selic continua historicamente baixa, o que torna as condições de compra e financiamento de imóveis mais facilitada em bancos de iniciativa pública e privada.  Pensando nisso, preparamos um guia sugerindo os tipos de investimentos que podem ser realizados e as principais opções para ganhar dinheiro com imóveis em 2021. Confira!  Ganhar com aluguel  Se você tiver um imóvel próprio não utilizado ou deseja adquirir um novo, alugar pode ser uma alternativa fácil e rentável. Isso porque, atualmente, é mais fácil conseguir locatários para seus imóveis. Grande parte da geração nascida nos anos 90 e 2000 prefere alugar do que comprar. Isso acontece por diversos fatores, mas os principais são que os jovens adultos de hoje em dia buscam mais mobilidade, seja por conta de viagens mais constantes ou a busca de oportunidades de emprego e moradia em outros bairros e cidades.  Por isso, caso você deseje um investimento que traga retorno ágil, alugar pode ser uma opção interessante!  Investindo em fundos imobiliários  Fundos Imobiliários (FII) dizem respeito a investimentos destinados a empreendimentos imobiliários. Além da aquisição de direitos reais sobre bens imóveis, os fundos incluem o investimento em títulos relacionados ao segmento imobiliário.  Alguns exemplos são as letras de crédito imobiliário (LCI), letras hipotecárias (LH), certificados de potencial adicional de construção (CEPAC), certificados de recebíveis imobiliários (CRI), entre outros.  A principal maneira de retorno sobre investimento de um FII é por meio de uma distribuição periódica de resultados, que costuma ser mensal ou semestral. A renda desse fundo pode vir de aluguéis, receita relacionada à incorporação ou ganho de capital na venda dos direitos reais sobre os imóveis, ou ainda juros ganhos com os títulos imobiliários.  Pela variedade de possibilidades de retorno, investir em fundos imobiliários pode ser uma boa alternativa.  Reformar para revenda  Para quem busca um lucro mais robusto, uma boa opção pode ser comprar imóveis que precisam de reforma com o objetivo de reformar e/ou restaurar e vender. Esse tipo de investimento é vantajoso pois o valor pago pelo imóvel é relativamente baixo. O investimento em reformas pode ser vantajoso pois imóveis bem conservados tendem a ser mais valorizados, o que tende a aumentar o preço de revenda,  Investindo em imóveis alto padrão  Num período de Selic com baixa histórica, investidores diminuem suas aplicações em renda fixa. No caso de aplicações em renda variável, a instabilidade e incerteza está ligada a não saber se a economia irá se recuperar num futuro próximo. Assim, o aumento em ativos imobiliários tem aumentado significativamente. Além disso, o aumento na compra de moradias de alto padrão está ligado a um “novo normal” que pede mais espaço para a convivência em família e trabalho de maneira remota. Esses fatores tornam o mercado imobiliário de alto padrão um mercado em ascensão no cenário econômico brasileiro. Para quem busca investir em casas e apartamentos, a hora é agora! O Blog da Axis 21 é atualizado semanalmente com novidades. Até a próxima! 

Mercado imobiliário: balanço de 2020 e as projeções para 2021!

Com a chegada do ano novo, diversos especialistas começam a divulgar suas projeções para os diversos setores da economia no Brasil e no mundo. Felizmente, grande parte dos mercados está mais otimista em relação a um cenário econômico pós-pandemia.  Esse otimismo não é uma exceção no mercado imobiliário, em que as primeiras projeções para 2021 já começam a ser noticiadas. Confira mais detalhes a seguir!  2020 e o mercado imobiliário  O Produto Interno Bruto do setor imobiliário registrou uma queda de 2,5% no ano de 2020. Os dados são do Sinduscon, o Sindicato da Indústria e Construção. Os motivos para isso são, principalmente, relacionadas à uma brusca queda nas atividades comerciais em decorrência do coronavírus.  Esse cenário instável trouxe, além de uma queda no número de vendas - especialmente nos meses iniciais da pandemia -, uma sensação de incerteza para quem anteriormente estaria buscando um novo imóvel. Compradores eventualmente deixaram o sonho do novo lar para depois, e investidores postergaram investimentos que em condições normais teriam sido concluídos.  Entretanto, a sensação inicial de insegurança foi substituída por uma certeza que há muito tempo é apontada por especialistas: em eventuais crises, investir em ativos imobiliários é uma alternativa lucrativa e inteligente.  Assim, o setor imobiliário passou por um período de crescimento no segundo semestre, e 2021 tem tudo para ser um cenário ainda melhor.  2021: crescimento e otimismo no setor imobiliário  Apesar da instabilidade gerada em 2020, é muito provável que 2021 seja o ano em que o crescimento já ensaiado em anos anteriores à pandemia volte com força total. É esperado, a princípio, que o PIB setorial tenha uma alta de 3,8%.  Essa expectativa se dá por algumas razões. Estudos apontaram que as subsequentes quedas na Selic tornaram a aquisição de imóveis mais facilitada e atrativa.  Isso é interessante para quem deseja comprar para morar, uma vez que as taxas de financiamento sofreram influência direta das quedas da taxa básica de juros.  A Selic em baixa também interessa em quem compra para investir, principalmente se observarmos que os resultados para quem investe em renda fixa ou ações não têm sido satisfatórios.  Com a retomada de um cenário econômico mais aquecido, é bem provável que os imóveis de diversas finalidades sejam valorizados durante 2021. Por isso, para quem deseja um novo imóvel para construir sua história ou para investir, o momento de comprar é agora! O Blog da Axis 21 é atualizado semanalmente com novidades. Até a próxima!

2021: dicas para um ano mais feliz, saudável, próspero e produtivo!

O último dia do ano chega, para a maioria das pessoas, acompanhado de metas e objetivos a serem alcançados no ano que se aproxima. Tudo isso para garantir, é claro, que o ano novo será melhor que o anterior em certos aspectos. Pensando nisso, preparamos algumas dicas de hábitos a serem adotados para que seu 2021 seja repleto de produtividade, saúde, prosperidade e felicidade. Confira!  Crie uma rotina matinal  De líderes da economia mundial à gurus espirituais, há o consenso de que criar uma rotina matinal é imprescindível para quem deseja ter um dia melhor. Escolha hábitos que, além de combinar com você, irão deixar você disposto e com vontade de produzir. Algumas sugestões são:  Meditação (podendo até mesmo ser curta, de 10 minutos); Beber água para auxiliar na circulação sanguínea; Praticar algum exercício físico; Tomar um café da manhã em silêncio ou ouvindo suas músicas favoritas;Ler um livro por alguns minutos todos os dias.  Lembre-se de que não há uma regra específica. O mais importante é que os novos hábitos combinem com sua personalidade e estilo de vida.  Anote as tarefas  Para evitar esquecimentos ou qualquer sentimento de insegurança ou ansiedade, um hábito importante é o de anotar as principais tarefas do dia em um lugar de fácil acesso. Pode ser até em um bloco de notas instalado no seu celular.  Entretanto, algumas pessoas preferem o método mais tradicional de anotação: papel e caneta. Você pode utilizar uma agenda ou planner e separar suas tarefas por data ou nível de urgência.  A satisfação de riscar ou dar check nas tarefas concluídas certamente trará mais tranquilidade e senso de organização para os seus dias. Por que não tentar?  Novos negócios  Por que não fazer 2021 ser o ano em que você realiza algum sonho empreendedor? Você pode iniciar aquela ideia de negócio com seu amigo, ou até mesmo passar a investir em algum ramo em que não investia antes - como o de imóveis, por exemplo.  A primeira dica para quem deseja entrar num novo negócio é estudar muito o mercado, através de livros, vídeos e depoimentos de pessoas do setor. Dessa forma, você se sentirá mais seguro e preparado para explorar seu potencial. Bons negócios!  Mais foco  Não é tão fácil diminuir o tempo passado no computador, celular e Internet. Isso é especialmente verdade para quem utiliza essas ferramentas para trabalhar. Entretanto, evite que sua produtividade no trabalho ou estudos seja prejudicada por distrações on-line.  Se você precisar, existem aplicativos que apontam e limitam o tempo que você passa nas redes sociais. Utilize esse tempo para outras tarefas, como atualizar suas leituras ou estudar sobre algum assunto do seu interesse.  Tempo para você  Você passa muito tempo cuidando de assuntos do trabalho, de casa, dos filhos e dos amigos. Mas e quanto a você? Durante a semana, quanto tempo você tem tirado para ficar um pouco sozinho, longe de estímulos e descansar a mente?  É importante tirar pequenas pausas durante o dia, nem que sejam apenas 5 minutos para respirar fundo, se hidratar, se alongar e voltar para a rotina de trabalho. Certamente, esse hábito fará com que sua produtividade aumente e o estresse diminua. Tem coisa melhor? Com essas dicas, além de outras resoluções planejadas por você particularmente, 2021 tem tudo para ser um ano melhor e inesquecível. A equipe da Axis 21 deseja a todos um mais que Feliz Ano Novo! O Blog da Axis 21 é atualizado semanalmente com novidades. Até a próxima! 

Natal ao redor do mundo: confira as principais tradições!

Chegou o Natal! Essa maravilhosa época vem para celebrar, com o nascimento do Menino Jesus, a união e o amor que une pessoas e famílias ao redor do mundo. Em diversos cantos do planeta, cidades montam decorações para lá de especial para comemorar essa data tão especial.  É possível observar particularidades e tradições específicas de cada país. Em alguns lugares, o Natal é comemorado durante o inverno. Já em outros, é o verão a estação vigente. Tudo isso faz com que essa data comemorativa tenha tradições e costumes muito particulares de cada região. É o que você irá ver por aqui hoje. Confira!  França  Um costume muito adotado pelos franceses na época de Natal está relacionado com fazer as pazes. O feriado típico lá também ganha um caráter de recomeço nas relações com amigos e família. Nas ruas, uma tradição que ganha cada vez mais força são as marchés, que são as feiras de rua que comercializam produtos e alimentos típicos do Natal. E a decoração, é claro: com as cores típicas. Lindo demais!  Índia  Apesar de o hinduísmo e o islamismo serem as religiões predominantes na Índia, a parcela da população cristã também aproveita o fim do ano para celebrar o Natal por lá. Ainda que não seja com a mesma relevância que em outros locais do mundo, os costumes adotados são bem semelhantes aos que vemos ao redor do mundo: montagem de árvores de Natal, luzes decorativas, troca de presentes e até, é claro, o famoso Papai Noel!  Estados Unidos  Os preparativos para o Natal norteamericano já começaram há praticamente um mês, com a comemoração do feriado de Ação de Graças. Desde então, as famílias começam a antecipar a chegada do inverno, que compõe muito da decoração típica utilizada durante as festas de fim do ano estadunidense.  A decoração é aquela que costumamos ver na cultura pop: meias decoradas à frente da lareira, neve por toda a parte, luzes brilhantes, biscoitos de gengibre, entre outros. E, é claro, muito comércio. A imagem acima, por exemplo, é da imponente árvore de Natal instalada junto ao Rockefeller Center, na mais famosa avenida de Nova York, a Times Square. Incrível!  Japão Na terra do sol nascente, não há muitos cristãos. Além disso, nos anos 80, a publicidade japonesa importou o feriado para lá como uma espécie de “Dia dos Namorados”, com a premissa de que a época é perfeita para que os casais troquem presentes.  Desta forma, a data por lá possui um valor muito mais comercial do que uma tradição propriamente dita. É mais ou menos o que ocorre com o Halloween ao redor do mundo. Contudo, a data ganha cada vez mais força no país, já sendo possível encontrar algumas decorações típicas por lá.  Austrália Na terra conhecida pelos famosos cangurus, o Natal possui uma semelhança com o Brasil: é comemorado durante o verão. Por isso, nada de neve! Pelo contrário, por lá eles utilizam justamente as praias e o clima aquecido para criar uma decoração, no mínimo, diferente.  A chegada do Papai Noel é feita de maneira inusitada: surfando! E, ao contrário de outros lugares, a Véspera de Natal não é comemorada na Austrália.  Comemora-se somente no almoço do dia 25 de dezembro, quando a população aproveita para comer e ter um momento em família. O dia seguinte é conhecido por ter diversas liquidações, levando o povo australiano às compras!  Certamente deu para saber um pouco mais sobre como essa data tão especial é comemorada ao redor do mundo, não é mesmo? Nossa equipe deseja a todos um Natal maravilhoso. Esse ano foi certamente desafiador, mas sairemos dessa ainda mais fortes e unidos. Boas Festas a todos!  O Blog da Axis 21 é atualizado semanalmente com novidades. Até a próxima! 

Habite-se: o que é e para que serve o documento?

Adquirir um imóvel envolve um processo de negociação que tende a ser burocrático. As etapas envolvem diversos acordos, licenças, certidões, registros e documentos. Tudo isso serve para garantir que a  transação ocorra de maneira segura e tranquila.   Um dos documentos necessários é o Habite-se, um certificado imprescindível para garantir a segurança de uma propriedade. Pensando nisso, preparamos esse artigo para explicar sobre esse documento fundamental para você, que está prestes a adquirir um imóvel, não esqueça de nenhum detalhe. Para saber mais, confira!  O que é o Habite-se? A partir do início da construção de um imóvel, exige-se que se emita uma licença pela prefeitura que confirme que o terreno, bem como o projeto, estão dentro de todas as normas e regulamentos de segurança exigidos pela legislação.  Após a conclusão da obra, um novo documento deve ser emitido pela prefeitura. Esse documento certifica que o recém-construído imóvel está pronto para ser habitado de maneira segura por quem comprá-lo futuramente.  Este é o documento conhecido como Habite-se. Ao ter o documento emitido, fica comprovado que a construção ou reforma obedeceu às regulações previstas em lei, desde o licenciamento até a conclusão da obra.  É importante mencionar que o Habite-se serve para realizar a solicitação de averbações de construções no Registro de Imóveis, bem como liberar financiamentos imobiliários. O documento também garante que o imóvel tenha oficialmente caráter e valor de propriedade e patrimônio.  Como solicitar e emitir? Para solicitar Habite-se, é necessário apresentar alguns documentos que comprovem que o imóvel foi construído cumprindo obedecendo as normas técnicas estabelecidas na legislação. Alguns exemplos de normas exigidas são:  Segurança nas instalações elétricas; Estruturas e tubulações de gás adequadas;Redes de água e esgoto dentro do exigido.  É necessário, também, apresentar os laudos do arquiteto contratado (emitido pela Secretaria de Urbanismo) e do corpo de bombeiros. Também é realizada uma vistoria em todos os aspectos listados acima.  Além disso, é nessa etapa que se exige a documentação referente aos trâmites de construção do imóvel. Os documentos podem variar de acordo com cada município, mas geralmente os seguintes documentos são solicitados:  Atestados das companhias de energia, água, esgoto e corpo de bombeiros; Comprovante de quitação do Imposto Sobre Serviço (ISS); Anotação de Responsabilidade Técnica (ART);RG e CPF (pessoa física) ou CNPJ e Contrato Social (pessoa jurídica) do solicitante; Capa do IPTU do imóvel; CREA identificando o profissional responsável, bem como sua Inscrição Municipal; Capa do IPTU do imóvel; Projetos de construção aprovados; Alvará de Construção.  É importante solicitar o Habite-se do imóvel por várias questões. Primeiramente, ocupar um imóvel sem essa documentação é irregular e passível de multa para o dono do terreno. Além disso, a averbação da construção e registro da matrícula do imóvel só são emitidos mediante apresentação deste certificado.  Para o caso de imóveis comerciais, sem o Habite-se não é possível emitir alvará de funcionamento do negócio, inviabilizando quaisquer atividades comerciais naquele empreendimento.  Algumas cidades já contam com a possibilidade de solicitação e emissão on-line do Habite-se, tornando o processo mais simples e ágil. Portanto, não deixe de solicitar o seu.  O Blog da Axis 21 é atualizado semanalmente com novidades. Até a próxima!